Câncer no estômago: Rodolfo Abrantes dá seu testemunho de cura no The Noite

"Eu chorava copiosamente. Uma alegria. Hoje eu entendo os bebês chorando quando nascem", disse Rodolfo sobre cura

Rodolfo Abrantes no The Noite – Foto: Lourival/SBT

O cantor e pastor Rodolfo Abrantes participou do Programa “The Noite” no SBT na última noite. Entrevistado pelo apresentador Danilo Gentili, Rodolfo falou de vários assuntos, entre eles: a sua amizade com Chorão, a sua participação que fez na live de Digão e contou seu testemunho de transformação.

O apresentador Danilo Gentili o questionou sobre como foi o momento em que Rodolfo decidiu entregar sua vida para Jesus, o seu processo de composição por ter migrado do rock para o louvor.

 

Leia Mais:

+Nuvem de poeira do Saara chega ao Caribe e está a caminho dos EUA

+Flordelis admite que rapaz que apresentava como único filho biológico é adotado

+Jovens saem às ruas e oram por idosos que estão sofrendo na quarentena

 

– A minha história com o Senhor foi bem interessante. Eu amo contar essa história. Já contei ela um dois bilhões de vezes, mas sempre é como se fosse a primeira vez”, disse ele no começo da entrevista.

– No ano de 2000 eu reencontrei a minha esposa. A gente tinha se conhecido em 94, quando o Raimundos foi abrir um show do Ramones em uma turnê do Ramones no sul do Brasil. Naquela época ela já dava aula de inglês, então ela foi contratada para ser intérprete dos Ramones – Conta Rodolfo.

– Eu achei ela a menina mais linda do mundo e no dia que eu olhei para ela, falei: ‘com essa eu caso’ – Acrescentou – Para resumir uma longa história, em 2000 a gente se reencontrou e ela estava muito louca. Se ela estivesse aqui, ia dizer que eu era muito mais louco que ela, mas não. Ela era muito mais louca que eu. A gente era um casal bem problema, mas a gente se amava e ficou junto – Disse.

O cantor prosseguiu dizendo que ele e sua esposa Alexandra tiveram dificuldades no relacionamento, porque eles viviam em um contexto fora de controle. Ele contou também que teve problemas devido aos excessos com drogas e álcool.

– Inevitavelmente, com a vida louca que a gente tinha, não tinha como o relacionamento dar certo e começou a se deteriorar. Junto a isso, eu comecei a sofrer no meu corpo as consequências dos abusos que eu fazia. Eu comecei a ficar doente. Sou filho de pai e mãe médicos, mas eu não tinha coragem de fazer um exame, porque eu não tinha coragem de encarar, de repente, um diagnóstico pesado contra a minha vida – Contou.

Ele continuou:

– A conta começou a chegar. Comecei a perder muito peso, a ficar com muita cara de doente, as pessoas vinham me perguntar: ‘está tudo bem com você?’. Amigas da minha namorada (que hoje é minha esposa) diziam: ‘acho que esse cara está com HIV’. Eu tinha muito medo [de estar com AIDS], porque a minha vida era extremamente promíscua e há muito tempo. Como vocalista de uma banda de sucesso, você tem sexo o tempo inteiro. Então, eu tinha muito medo de ter um encontro com a verdade. Eu aprendi a vida inteira que a verdade é dura e dói. Então, eu não queria saber disso. Eu pensava: ‘cara, se eu tiver que morrer, eu vou morrer – Acrescentou Rodolfo.

Durante isso, o cantor via sua saúde piorar cada vez mais. Além disso, o seu relacionamento com Alexandra estava ficando complicado e foi através de Jesus que sua esposa resolveu buscar refúgio.

– Apareceram uns caroços debaixo do meu braço, nas axilas. Eram como que ínguas, muito grandes, que doíam muito. Foram se multiplicando, na região da virilha. E eu estava ficando desesperado com aquilo. Estava tomando dois anti-inflamatórios por dia para aquilo diminuir. Nesse tempo, o nosso relacionamento começou a ficar terrível e a Alexandra começou a buscar a Deus. Por que? Os pais dela, quando ela era criança, frequentaram a igreja. Então, ela tinha essa raiz cristã. Sabe aquele crente de berço, que nunca seguiu, mas tinha temor? – Disse ele.

– Naquele momento, acho que aliado ao momento mais maduro da vida dela – apesar de ser o mais louco – ela começou a buscar a Deus de um jeito diferente, ou seja, ela entendeu que precisava mudar, que não era questão de vir e ‘Jesus, resolve essa área da minha vida’, mas sim questão de ‘Jesus, a minha vida está bagunçada e o Senhor ama esta vida bagunçada. Então eu te entrego a minha vida bagunçada desse jeito, porque só o Senhor pode consertar’. Por isso fica o recado, não tem bagunça que Ele não possa consertar – Acrescentou Rodolfo.

Ainda na entrevista, Rodolfo Abrantes contou que odiava os evangélicos, mas não proibia sua esposa Alexandra de realizar reuniões de oração em sua casa. Diante disso, ele conta que foi através de uma dessas reuniões que resolveu entregar sua vida à Jesus.

– Ela começou com esses papos dessas irmãs para lá e para cá, com reuniões de oração dentro de casa e eu não gostava de nada daquilo. Eu não gostava de crente, eu não queria saber de Bíblia, eu não gostava de pastor, de igreja… Eu vinha do punk rock, eu não gostava de nada disso. Até que um dia eu estava fumando no banheiro e as irmãs chegaram. Eu tinha me esquecido que era dia da reunião. Eu participei daquela reunião, entreguei a minha vida para Jesus, sem entender nada do que eu estava fazendo. Na real eu fiquei morrendo de medo daquelas mulheres”, disse ele.

– Chegou a semana seguinte e enquanto elas oravam por mim, uma delas me entregou uma palavra de conhecimento. […] Ela me entregou um recado de Jesus e me disse: ‘irmão, o Senhor Jesus está mandando te dizer que hoje ele está te curando de um câncer no estômago para você saber que Ele é Deus, que ele te ama e que Ele tem uma obra para fazer na tua vida – Destacou Rodolfo.

Rodolfo conta que após a fala da “irmã” ele sentiu uma alegria enorme, pois apesar dele mesmo te condenar pelas coisas que ele fez, o cantor acreditou que Deus estaria olhando para ele.

– Naquela hora eu comecei a lembrar que meu avô e dois tios por parte de mãe tinham morridos de câncer no estômago. Duas tias tinham arrancados um seio por causa de câncer (tudo da família por parte da mãe). Na família do meu pai também tinha muito câncer. E comecei a me tocar, com aquele dor no estômago há dois anos, era um desconforto diário. Naquela hora as contas bateram todas. Eu só fiquei com perguntas: ‘Quem é essa mulher?’, ‘Quem é Jesus?’, ‘Que amor é esse?’ – Disse Rodolfo.

Abrantes continua contando que após aquela palavra, ele se juntou às mulheres para orarem de mãos dadas. Foi quando no meio da oração, começou a soprar, sem entender aquilo, mas algo inesperado aconteceu.

– Eu soprada até acabar o ar do meu pulmão. Eu fiquei até constrangido e pensei ‘Estou pagando mico, soprando enquanto todo mundo ora’. Dentro de mim veio o entendimento ‘Está saindo de você’, e eu me lembrei o que aquela mulher disse. Eu percebi que meu estômago não estava doendo e nunca mais doeu. Três dias depois eu estava tomando banho de manhã e quando fui passar desodorante (eu tinha que passar com muito cuidado por causa dos caroços) fui passar e não doeu, eu olhei e não tinha nada. Apalpei com força e não tinha nada – Conta Rodolfo.

Ele contou que após esse momento ele correu para avisar sua esposa e contar o que havia acontecido.

– Eu chorava copiosamente. Uma alegria. Hoje eu entendo os bebês chorando quando nascem. Eu pensava ‘O ar entrou, eu estou vivo e não vou mais morrer. Aquele decreto de morte saiu’. Tudo isso de graça, eu não fiz nada para merecer isso – Disse o cantor – Muita gente pergunta porque que mudei tão rápido. Eu digo ‘Na verdade eu tentei ficar igual. Eu tentei continuar fumando. Tentei continuar na banda. Só não consegui mais, diante da revelação do amor d’Ele por mim – Disse Rodolfo Abrantes.

Veja o trocho da entrevista onde Rodolfo fala sobre seu testemunho:

Rodolfo Abrantes fala sobre como foi migrar do rock para o louvor

Uma história muito bonita e cheia de amor

Gepostet von The Noite com Danilo Gentili am Mittwoch, 24. Juni 2020

 


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.