Conecte-se conosco

Mundo

Cerca de 500 pessoas são batizadas após aceitarem a Cristo na Uganda

Publicado

em

Cerca de 500 pessoas se reuniram para o batismo – Foto: Reprodução / UGCN

Um número recorde de batismos ocorreu no oeste de Uganda, na África. Pois novos convertidos, incluindo uma pessoa de 90 anos, professavam sua fé em Jesus Cristo.

Quase 500 pessoas compareceram ao batismo ao ar livre da Daystar Cathedral International Church; realizado no Lake View Resort – Kiyanja, no distrito de Mbarara.

O líder da Igreja Pentecostal e fundador da Catedral Daystar, o bispo Nassan Ibrahim Turyamureeba descreveu o batismo como “notável” e “histórico”, insistindo que um número significativo de crentes viajou longas distâncias apenas para fazer parte do evento.

Publicidade

Momento da oração antes do batismo – Foto: Reprodução / UGCN

“Estamos fazendo exatamente o que João Batista fez quando batizou Jesus Cristo”, disse ele. “Batismo significa imergir”.

“Mais de 500 pessoas hoje foram batizadas em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”, enfatiza.

Publicidade

CONSELHO DO PASTOR

“Nós os encorajamos a fazer três coisas: manter suas vidas na Igreja, ler a Palavra de Deus e servir a Deus. Isso é o que os ajudará a continuar superando o poder de Satanás e do pecado”, aconselhou o bispo aos batizados.

Assim sendo, foi um número recorde de participantes e pessoas optando por dar o mergulho espiritual para mostrar fisicamente seu compromisso com sua fé.

De acordo com o site Ug Christian News, depois que ocorreu o batismo, o ministério distribuiu vários itens essenciais entre os novos convertidos e a comunidade, incluindo alimentos no valor de 12 milhões.

“Somos chamados a compartilhar o amor de Deus com a comunidade”, afirmou o bispo.

Mulher é batizado em Uganda – Foto: Reprodução / UGCN

Ele explicou que aqueles que receberam a Cristo e batizados incluíam pessoas que antes de tudo aderiram a crenças ou práticas tradicionais. Outros eram de fé católica, islâmica e protestante.

Publicidade

O bispo afirmou que a Igreja recomendou medidas de prevenção para o Covid-19 no evento. Ou seja, as pessoas deveriam observar o distanciamento social, usar máscaras faciais e higienizar a entrada principal.

 

Destaques do Mês