Conecte-se conosco

Dado como morto, homem ganha alta da UTI e testemunha: “Ninguém explica Deus”

Publicado

em

José Ribeiro de Souza Júnior teve alta da UTI Covid nessa segunda-feira (8) – Foto: Arquivo pessoal

José Ribeiro de Souza Júnior, de 35 anos, é mais uma prova viva de um milagre de Deus nesta pandemia do novo coronavírus. Ele foi um dos milhares de brasileiros que precisaram de internação e quase perderam a vida devido a doença. Mas, assim como outros milhões de recuperados, testemunham a cura da Covid-19.

Publicidade

O empresário testou positivo para o novo coronavírus, apresentou dores no corpo e baixa saturação. No final de janeiro ele precisou ser internado às pressas, após piora no seu estado de saúde. No dia 24 de fevereiro, a família de José recebeu uma péssima notícia dos médicos; ele estava em processo de falência de órgãos e choque séptico, e só teria mais 24 horas de vida.

“Ouvi quando começaram a falar que eu estava morto. Tinha várias pessoas aqui, eu sentia elas pegando em mim. Eu pensava: ‘Deus, eu tô vivo. Eles pensam que eu tô morto, mas eu sei que não estou. Me dê forças para eu acordar, me dê mais uma chance!’”, disse José em relato à família, após melhora no seu quadro.

Publicidade

ORAÇÃO EM FRENTE AO HOSPITAL

A esposa de José, Tatiana Leitão de 44 anos, afirmou à reportagem do Diário Do Nordeste que chegou a reunir um grupo de pessoas em frente ao Hospital Regional da Unimed (HRU), em Fortaleza, onde José estava, em louvor e oração pela cura dos pacientes com Covid-19 internados lá. O momento foi transmitido pelo perfil dela, no último dia 27.

“Em momento nenhum eu senti que ele ia morrer. Eu sentia que a gente ia passar por esse processo, só não sabia o tempo. Sentia desde o primeiro olhar dele, quando ele me disse que estava doente, com medo. Deus tranquilizou meu coração. Sabia que a gente ia passar por uma luta grande, mas que ele não morreria”, disse Tatiana ao Diário Do Nordeste.

Veja o vídeo abaixo:

Publicidade

José Ribeiro de Souza Júnior com sua esposa Tatiana Leitão – Foto: Arquivo Pessoal

ALTA DA UTI

José recebeu alta da UTI nesta terça-feira (09/03), e foi transferido a um quarto comum, para finalizar a recuperação, o que deve durar cerca de uma semana. Em uma carta escrita por ele [leia abaixo], o paciente agradeceu a Deus primeiramente pela segunda chance, além também dos familiares e médicos.

Em coro, familiares e profissionais da saúde cantaram para ele a música que o empresário revelou, em carta, que cantaria, se pudesse o louvor “Ninguém explica Deus” em sua alta que aconteceu nesta terça. Assista o vídeo abaixo, logo após a carta escrita por José.

“Mesmo não tendo a escrita da minha filha, Malu de apenas 7 anos, e vendo o quão difícil torna, em palavras meus sentimentos, gostaria em 1° lugar de agradecer a Deus, o médico dos médicos, que operou, sempre à frente, e guiou com sabedoria a todos que estiveram ao meu lado. Em 2° sem descrever nome pra não esquecer de ninguém, em especial cito minha família que esteve ao meu lado orando e clamando por um milagre. É, aqui estou!!! Vivo e orando e agradecendo a Deus por este testemunho de vida. Foi um deserto, que ainda não terminei de atravessar, mas assim como Deus atravessou seu deserto, hoje concluo mais uma etapa da minha vida. Feliz, orei!!! Muito forte. Se eu pudesse cantar para esta equipe maravilhosa, cantaria um louvor: Ninguém explica Deus. Ass: Um possível milagre”, escreveu o paciente em carta enviada a amigos e familiares.

Publicidade

 

Editor-chefe do Gospel Minas. Cristão, jornalista e empreendedor de BH/MG. Amante da arte, comunicação e jornalismo. Pronto para servir o povo cristão com excelência. Contato: (31) 99583-5239 - [email protected]

Destaques do Mês