“Ela é inocente e jamais mandaria matar”, garante advogado de Flordelis

Flordelis cantora e deputada – Foto: Reprodução/Facebook

O advogado da cantora e deputada federal Flordelis, Anderson Rollemberg, esteve nesta manhã na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI) para obter informações sobre a prisão dos filhos da pastora, bem como da neta da parlamentar. Ele afirmou que a investigação é “contraditória” e “espetaculosa”.

+ “Lucas 12”, nome da operação que denunciou Flordelis, foi inspirada na Bíblia

Segundo o advogado, Flordelis está sendo vítima de uma inquisição. À jornalistas na Delegacia de Homicídios, o advogado disse ter ficado surpreso com a operação.

– A defesa foi surpreendida com essas prisões preventivas das cinco filhas da deputada e da neta. Tomaremos conhecimento do que há de indícios para que essas prisões fossem feitas e para o indiciamento da deputada, já que na primeira fase da investigação, passou longe de qualquer prova que a apontasse como mandante. Essa investigação é contraditória, espetaculosa e está sendo usada como inquisição – Afirmou.

+ Pastor Lucas pede ajuda para encontrar pai biológico: “Deus está cuidando de tudo”

De acordo com ele, Flordelis está muito aborrecida e chateada com tudo que está ocorrendo. O advogado disse que a cantora “tem com ela a inocência e jamais foi mandante desse crime bárbaro”.

– Ela é cantora gospel, líder religiosa e parlamentar federal. A questão dela sempre foi dar o melhor para os necessitados. Por isso tinha mais de 50 filhos. Na opinião da defesa, está havendo um grande equívoco no desfecho desta investigação – Declarou.

– A deputada tem com ela a inocência, e tudo isso será esclarecido. O que tenho a dizer é: ela é inocente e jamais mandaria (matar o pastor Anderson). Ela não tinha ingerência no dinheiro e desprovinha de interesses financeiros — afirmou o advogado.

+ Pastora Flordelis botou veneno na comida de Anderson, diz polícia

Ele criticou a investigação e garante que a parlamentar é inocente.

– Não há coerência e não faz sentido. Essa investigação está equivocada. A deputada não pode ser responsabilizada por um ato de terceiro, seja filho ou neto. Assim como na Lava Jato, eles estão pegando várias pessoas para que ambas se acusem. Volto a dizer: a deputada está chateada, e eu garanto que ela não tem envolvimento com a morte do pastor Anderson — disse Rollemberg.

A Polícia Civil do RJ e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) afirmaram, durante entrevista coletiva da “Operação Lucas 12”, nesta segunda-feira (24), que não há dúvida de que a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) é a autora intelectual da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo. Flordelis não pôde ser presa por causa da imunidade parlamentar.

 


Receba as notícias do Gospel Minas no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp: bit.ly/2R9Ign9

Telegram: bit.ly/2CNJQY7


 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.