Equador retira 150 corpos de casas em Guayaquil em meio ao caos da Covid-19

Uma força-tarefa conjunta militar e policial criada pelo governo retirou 150 corpos nos últimos três dias após caos no sistema funerário da cidade.

Equador é um dos países da região com mais casos confirmados e mortes por Covid-19 — Foto: Vicente Gaibor del Pino / Reuters

As autoridades do Equador informaram na última quarta-feira (31) que retiraram 150 corpos que estavam em várias casas em Guayaquil, cidade portuária no Equador, depois do caos ocorrido devido à pandemia do novo coronavírus que atrasaram o serviço funerário da cidade, porém, não confirmaram quantas vítimas da Covid-19 estão entre os 150 mortos.

Publicidade

Uma força-tarefa realizada pelas polícias locais foi montada pelo governo para lidar com essa emergência que retirou 150 corpos nos últimos três dias.

Jorge Wated, porta-voz do governo, reconheceu as falhas do sistema funerário da cidade de Guayaquil, o que fez com que o serviço dos médicos legistas e das funerárias não atendessem rapidamente aos casos de mortes nas residências no meio do toque de recolher de 15 horas estabelecido no país.

Publicidade

Diante desta situação, moradores da cidade começaram a publicar nas redes sociais vídeos de corpos abandonados nas ruas e até caixões sendo deixados nas portas das casas. Muitos pediram ajuda de parentes e amigos para enterrar seus entes queridos.

A província de Guayas cuja capital é Guayaquil, concentra 70% dos casos da Covid-19 no Equador, que tem 2.758 infectados e 98 vítimas fatais desde 29 de fevereiro.


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

Publicidade
COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.