Gafanhotos voltam a preocupar agricultores na fronteira com a Argentina

Os insetos estão na província de Misiones, no nordeste da Argentina e a cinco quilômetros do Brasil

Uma infestação de gafanhotos voltou a preocupar agricultores na fronteira com a Argentina. Os insetos estão na província de Misiones, no nordeste da Argentina e a cinco quilômetros do Brasil.

Publicidade

Produtores rurais do noroeste do Rio Grande do Sul identificaram focos de gafanhotos em lavouras da região. Segundo a defesa agropecuária do Rio Grande do Sul, é uma espécie diferente da que destruiu lavouras na Argentina em agosto.

Fiscais monitoram a fronteira para avaliar se vai ser necessária alguma ação de combate. O relato acontece dias depois do Serviço Nacional de Saúde e Segurança Agroalimentar (Senasa) da Argentina detectar insetos a cerca de cinco quilômetros da fronteira com o Brasil.

Publicidade

“Com certeza, se não tiver um controle logo, em dois dias essa lavoura de soja vai estar totalmente comprometida. Não tem jeito”, diz o presidente do sindicato dos trabalhadores rurais de Santo Augusto, Clóvis Sequinatto.

O chefe da Defesa Vegetal da Secretaria da Agricultura, Ricardo Felicetti, afirma que as equipes estão em campo levantando informações e o perímetro dos focos.

“E, principalmente, a identificação da espécie. Em primeiro momento, não se trata do gafanhoto migratório formado de nuvens, mas de surtos localizados. O que é esperado pelas condições climáticas e pela situação de infestação generalizada”, diz.

Publicidade

 

 


Leia também:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.