Conecte-se conosco

Brasil

Mãe relata alegria’ após filha se vestir de faxineira em formatura: “Não tem vergonha de mim”

Publicado

em

Jovem resolveu usar o uniforme de faxineira da mãe para homenageá-la durante formatura – Foto: Roberta Mascena

A filha de Marlene Cordeiro de Oliveira vestiu a roupa de trabalho da mãe para homenageá-la em sua formatura na faculdade de Pedagogia. A surpresa viralizou nas redes sociais e a mãe falou da alegria que sentiu.

Publicidade

“Muita alegria pelo imenso coração dela, e por não ter vergonha de falar para o mundo: ‘Olhem, estou formada e sou filha de uma faxineira’”, disse ela.

Marlene voltou a cursar o EJA quando a filha estava na 8ª série. Além de ter uma formação, ela queria incentivar a garota. As duas, por várias vezes, estudaram juntas. A nordestina, que parou de estudar aos 13 anos, retomou os estudos com a ajuda da filha e pagou a faculdade dela.

Publicidade

“Começamos a fazer competições de quem tirava a maior nota. Com isso, ela criou uma imensa vontade pelos estudos”, conta. Marlene concluiu o Ensino Fundamental em 2010.

Trabalhando como vendedora, cuidadora de idosos e depois como faxineira, ela e o marido taxista pagaram a faculdade da filha com muito esforço. Em meio à pandemia, Roberta, a filha, queria fazer uma homenagem a eles, que não poderiam estar presentes no momento da colação devido às medidas de restrição.

Roberta colocou o uniforme da mãe debaixo da beca durante a sessão de fotos. Marlene conta a surpresa que teve ao ver a filha com uma roupa dela.

Publicidade

“Na hora de tirar a fotografia, ela não fechou a beca. No momento da foto, ela a soltou e, por baixo, estava vestida com o meu uniforme de trabalho”, lembra Marlene.

A faxineira conta que não teve outra reação, senão abraçar a filha e chorar de alegria. Nessa hora, o fotógrafo da formatura registrou o momento de emoção e carinho de mãe e filha.

“O universo inteiro é pequeno para descrever a imensa alegria que senti naquele dia”, conta Marlene ao portal G1.

Marlene trabalha como faxineira em um prédio em Santos – Foto: Thiago D’Almeida/G1

 

Publicidade

Destaques do Mês