Conecte-se conosco

Minas Gerais

Médico se casa com uma influencer internada em CTI em Belo Horizonte

Publicado

em

Médico e influencer se casam em CTI de hospital de BH – Imagem: Reprodução/Instagram

A digital influencer Thamyres Larissa, de 24 anos, tinha tudo planejado para o seu casamento com o médico Felipe Lemos, de 36 anos. Mas na data escolhida pelo casal, ela lutava pela vida em um CTI do hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte. O médico então resolveu surpreendê-la e celebrar a união, no dia 23 de Janeiro, com um par de alianças.

O casal escolheu a data da cerimônia em agosto do ano passado, mas tiveram que adiar o sonho por causa da pandemia. Nesse meio tempo, entretanto, a placa de titânio que a jovem usava na região do tórax devido a um câncer surgido há quase quatro anos se quebrou. Logo, Thamyres precisou ser hospitalizada.

“Infelizmente, devido à intercorrência da cirurgia, contraí uma bactéria. Então, no dia 7 de janeiro dei entrada no hospital. Desde então, estou em internação cuidando da saúde”, contou a jovem para o portal O Tempo.

Publicidade

O noivo conta que Thamyres estava muito triste porque teria que passar por uma nova cirurgia. E sabia que estaria no CTI na data que seria o casamento.

“Eu me emociono de contar porque eu pensei que ela ia morrer mesmo. Como médico, eu sabia de todos os riscos dela. Então pensei comigo: ‘eu vou fazer a felicidade dela, vou casar com ela aqui’. Essa data vai ficar marcada como o nosso reinício”, afirma Felipe para o site G1.

O desejo de Thamyres era que o noivo usasse, no dia da cerimônia, terno bege, camisa branca e gravata prata. E foi assim que ele surgiu no CTI do hospital.

Publicidade

O GRANDE DIA

De acordo com Felipe, a intenção da surpresa era dar mais força e ânimo à influencer. “Eu não sei de onde tirei força para ficar calmo e fazer tudo que eu fiz. Foi coisa de Deus mesmo”, diz.

“Ver o Felipe entrar de noivo foi muito emocionante. Confesso que foi o dia que eu o vi mais lindo. Pra mim foi uma prova de amor, porque, em tempos onde relacionamentos são tão superficiais, amar alguém na situação que eu me encontrava e ainda querer casar, era a prova de amor mais pura não só dele pra mim, mas de Deus confirmando que era ele mesmo pra minha vida”, conta Thamyres.

O plano do noivo funcionou, pois no dia seguinte Thamyres teve alta do CTI e foi transferida para o quarto. E, segundo o médico, “os exames melhoraram da água para o vinho”.

Thamyres conta que, caso os dados da pandemia melhorem no Brasil, e assim que estiver totalmente bem de saúde, o matrimônio oficial deve ocorrer no dia 1º de maio.

“Mas, para nós, já estamos casados diante Deus, que é o mais importante, pois o convidado de honra estava presente ali naquele CTI cuidando de tudo”, diz.

Publicidade

Thamyres ganhou alta em 03 de fevereiro, após 28 dias e em uma redes social, ela agradeceu a Deus pelo milagre de estar viva.

“06/01/2021 entrei por essa porta sem imaginar o deserto que me esperava. 28 dias depois, saindo dessa porta com um milagre, Deus tornou o meu deserto um jardim de amor, me apresentou novos corações, provou com que a fé e o amor são os bens mais preciosos que alguém pode ter e me fez a prova viva que MILAGRES acontecem. Isso tudo porque ele é Deus. Entramos juntos de mãos dadas; saímos juntos de mãos dadas (CASADOS) unidos e alicerçados no amor e na fé”, disse.

 

Destaques do Mês