MK Music pede desculpas após críticas à clipe de Cassiane sobre violência doméstica

O clipe vem sendo alvo de uma enxurrada de críticas, com mais de 51 mil dislikes no YouTube. Gravadora promete nova versão

Cena do videoclipe de A Voz, da cantora Cassiane (Foto: Reprodução)

O novo clipe da cantora gospel Cassiane, lançado na última sexta-feira (17), no canal da gravadora da artista, MK Music, não foi muito bem recebido pelo público. Isso porque o vídeo da canção “A Voz” está sendo acusado de romantizar a violência contra a mulher.

Diante disso, o clipe da cantora vem recebendo críticas na internet. Além disso, muitos invadiram as redes sociais da artista a fim de alertá-la da situação, bem como lembrá-la que o clipe deveria ter um desfecho diferente, que culminasse na prisão do homem, o que não aconteceu. A gravadora responsável pelo clipe se manifestou neste domingo (19). Segundo ela, o clipe terá nova versão e pediu desculpas “a quem eventualmente se sentiu ofendido ou magoado”.

 

Leia Mais:

+Fernanda Brum deixa MK Music e assina contrato com a Sony Music

+Esposa de Thalles Roberto revela inspiração do nome da filha Emiliana

+Pastor Márcio Poncio revela ser dono de fábrica de cigarros “O que é permitido, posso fazer”

 

– Acreditamos totalmente no poder transformador de Cristo e nos colocamos à Sua disposição para que nos use como amplificadores da mensagem de salvação, amor e paz. Com Ele também aprendemos a ouvir, refletir, sermos sensíveis e corajosos para mudanças. E jamais abrirmos mão do nosso papel na sociedade. Pedimos desculpas a quem eventualmente se sentiu ofendido ou magoado – Disse a nota.

Leia o comunicado na íntegra:

“Violência contra a mulher é crime! Denuncie: Disque 180. Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá a paz estará com vocês.“ Filipenses 4:9 (NTLH Linguagem de Hoje).

Estamos gravando e editando neste domingo (19) outra versão do clipe A VOZ, por amor e consideração à querida CASSIANE e seu ministério que há 39 anos é relevante; por todos que nos acompanham e confiam em nosso trabalho e estão prontos a nos darem sua opinião com carinho e preocupação; em respeito às dores de muitas vítimas e também àquelas que, infelizmente, não conseguiram romper; para que não haja dúvidas da nossa intenção e para que isso não enfraqueça a mensagem principal!

Acreditamos totalmente no poder transformador de Cristo, e nos colocamos à Sua disposição para que nos use como amplificadores da mensagem de salvação, amor e paz. Com ELE, também aprendemos a ouvir, refletir, sermos sensíveis e corajosos para mudanças. E jamais abrirmos mão do nosso papel na sociedade. O roteiro original do clipe foi todo desenvolvido por nossa diretora artística MARINA DE OLIVEIRA, focando na FÉ e AÇÃO, sem nenhuma interferência da nossa amada CASSIANE, que também nos conhece e confia. Mas, se não foi compreendido por alguns… Com muito amor, responsabilidade, humildade, e para que esta mensagem poderosa alcance e inspire muitas vidas, sem nenhum ruído, muito em breve vocês poderão assistir à nova versão do clipe A VOZ.

Agradecemos a todos que sabem quem somos e nunca duvidaram de nosso objetivo. Caminham conosco há mais de 30 anos, conhecem nossas lutas, campanhas e convicções. Pedimos desculpas a quem eventualmente se sentiu ofendido ou magoado. E convocamos todos a entrarem nesta campanha nas redes sociais, sim, mas efetivamente na prática! FÉ e ACÃO. #Disque180″

Sobre o clipe

O clipe de pouco mais de 5 minutos retrata a história de uma mulher que sofre violência doméstica do companheiro e, após deixá-lo, ela deixa uma carta dentro de uma bíblia dizendo que o perdoou. Em nenhum momento o vídeo deixa claro que a vítima denuncia o marido à polícia.

– Reconheça a voz de Deus. Deixa ela estremecer o seu coração. O timbre santo do Senhor há de te curar, pois Ele é a voz que restaura a vida. Oro por você. Perdoo você – Diz o bilhete lido pelo agressor no vídeo.

O clipe teve até o começo da tarde deste domingo (19), mais de 51 mil dislikes, o que revela que muitos não curtiram o conteúdo do vídeo de Cassiane.

Assista:

 

 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.