Mulher tem morte cerebral declarada, mas volta a viver 30 minutos depois: “Tive fé em Deus que iria voltar”

Tionna Hairston tem alta do hospital depois de se recuperar de Covid-19 – (Foto: Reprodução /Andrew Dye Journal)

Médicos de um hospital nos Estados Unidos declararam a morte cerebral de uma mulher que estava internada em consequência da Covid-19, mas, a completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro, durou, milagrosamente, por apenas 30 minutos. Hoje, a mulher que tem 25 anos, está se recuperando bem e até ganhou alta.

Tionna Hairston fez algo que alguns pensaram que ela nunca seria capaz de fazer: ela ganhou alta do hospital, após semanas internada e com um quadro muito grave. Ela estava com Covid-19 e teve complicações a ponto de ter morte cerebral atestada por médicos.

– Nós dois fomos diagnosticados em maio. Ela cuidou de mim quando fiquei doente. Ela quase não apresentava sintomas – Disse Stacey Peatross, mãe de Hairston.

Enquanto Hairston cuidava da saúde de sua mãe, sua saúde piorou.

– Ela teve um ataque cardíaco. Ela teve que ter um desfibrilador implantado – Disse o Dr. James McLean, o diretor médico do Novant Health Rehabilitation Hospital.

Em junho, os médicos perderam a esperança depois que ela não respondeu por 30 minutos. Ela foi declarada com morte cerebral.

A força das orações 

– Eles pensaram que deveríamos retirá-la do suporte de vida porque ela não tinha esperança de vida. Eles pensaram que ela seria um vegetal. Ela não teria nenhuma qualidade de vida – Disse a mãe.

Sua família e amigos, junto com outras pessoas de fora do convívio da família, mantiveram vários círculos de oração na esperança de que ela melhorasse. E ela finalmente começou a melhorar. Tionna ficou se recuperando por mais de um mês, onde aprendeu a comer, se vestir e ficar sozinha novamente.

Ela recebeu alta do Novant Rehab Hospital no final de outubro para uma multidão de amigos, familiares e médicos que a aplaudiam.

– Obrigado, pessoal, por estarem comigo e me apoiarem – Disse Hairston à multidão de familiares e equipe médica.

Quando ela se levantou na frente de seus entes queridos e médicos, trouxe lágrimas aos seus olhos.

– Vê-la se levantar daquela cadeira e dar passos quando ninguém pensava que ela poderia andar de novo … ela disse mamãe, vou andar – Conta sua mãe.

Hairston disse à FOX8 que foi sua fé que permitiu este momento. Agora, a jovem está em casa, onde continuará seu processo de recuperação.

– Minha fé em Deus e no fato de que queria andar novamente – Disse ela.

 

Leia também:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.