Conecte-se conosco

Gospel

Pastor pede desculpas, após chamar fiéis de ‘sujos e encardidos’

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

O pastor Rodrigo dos Santos publicou um vídeo pedindo perdão por declarações que fez em uma live. Naquela ocasião, o pastor se referiu a fiéis de uma região mais pobre como “sujo”, “encardidos” e “moreninhos”. As falas foram proferidas ao lado da esposa, a também pastora Jessica Maciel. O assunto viralizou na internet e muitos acusaram Rodrigo de racismo.

Publicidade

“Estou aqui para me redimir de um ato grosseiro no qual eu tenho cometido nesta semana, em um vídeo que está circulando. Tive palavras ofensivas e estou aqui para reconhecer cada uma delas”, disse ele.

O pastor que é líder da Igreja Batista de Calvário, no Paraná, também classificou suas declarações como “infantis” e disse que não foi sua intenção magoar ou ofender qualquer pessoa.

Publicidade

“Não é minha intenção magoar, ofender alguém e de forma alguma ser racista, mas agi com palavras infantis. Estou aqui para repugnar minha atitude grosseira e pedir perdão a todas as pessoas que tenho ofendido, em especial à comunidade negra”, disse o pastor nesta quarta-feira.

RELEMBRE O CASO

Os pastores Rodrigo dos Santos e Jessica Maciel, que moram na cidade de Toledo na região oeste do Paraná, se tornaram alvo de repúdio após a a live. Eles foram acusados de racismo por se referirem a fiéis de uma região mais pobre da cidade como “encardidos” e “sujos”.

Publicidade

Um dos momentos da transmissão, o pastor contou sobre como conheceu a esposa, na qual é líder, que fica numa região mais pobre da cidade, segundo ele. Foi quando ele proferiu as declarações. No vídeo, Jessica ainda disse. “Pessoal mais moreno, queimado de sol”.

“Na região da Pioneira a gente não via loira como a minha esposa. Quando ela veio pro culto, destacou. Porque tudo pessoal mais classe pobre, mais moreninho, meio encardido, meio sujo. Quando ela veio eu pensei: essa aí é da zona mais nobre da cidade”, disse o pastor naquela ocasião.

As declarações soaram negativamente e internautas criticaram a fala do pastor. A polêmica ocorre diante a inúmeros protestos no mundo todo contra o racismo. Após a polêmica, os pastores excluíram o vídeo das redes sociais.

NOTA DA IGREJA BATISTA DO CALVÁRIO

“A igreja, diante das repercussões geradas pela live do pastor Rodrigo dos Santos, reafirma seu compromisso institucional com a promoção da igualdade étnico-racial, sexual, religiosa, repudiando toda e qualquer manifestação de preconceito, contra quem quer que seja. Sendo que reconhecemos que todas as pessoas são iguais perante a Lei e o Criador. Também informamos que o Sr. Rodrigo dos Santos, foi membro de nossa igreja há tempos atrás, mas que atualmente (8 anos) reside fora do país e congrega em outro ministério onde atua como pastor. A nota de retratação foi postada em nossa página em função de nossa igreja ter sido citada na live”

Publicidade

Editor-chefe do Gospel Minas. Cristão, jornalista e empreendedor de BH/MG. Amante da arte, comunicação e jornalismo. Pronto para servir o povo cristão com excelência. Contato: (31) 99583-5239 - [email protected]

Destaques do Mês