Conecte-se conosco

Mundo

Pastor que tossiu e pediu aos fiéis que pegassem Covid-19 durante o sermão disse que está recebendo ameaças

Publicado

em

Bart Spencer é pastor sênior da Igreja Batista Lighthouse em Holland – Foto: Reprodução

O pastor Bart Spencer, que dirige a Igreja Batista Lighthouse (Holland) insistiu que não o forçarão a usar uma máscara. E disse que está sendo ameaçado depois que seu vídeo se tornou viral.

Publicidade

“Apenas respeite minha escolha e eu respeitarei a sua. Eu não te peço para tirar sua máscara, não me peça para colocar uma. Isso é legítimo. Você não acreditaria nos nomes que fui chamado, nas ameaças que recebi por algo tão simples como isso”, disse Spencer em seu sermão no domingo.

O pregador que é um veterano da Força Aérea disse que ele e vários de seus familiares já pegaram o vírus e se recuperaram. Incluindo adultos mais velhos de sua família. Aliás, disse que não há diversão nisso, que perdeu o paladar e o olfato, mas que sua gripe foi pior.

Publicidade

Ele explicou que tem feito serviços presenciais com algumas pessoas desde que a primavera iniciou. Mantendo distância social e usando máscara e “até agora ninguém morreu”. Além disso, disse que confia nestas pessoas para tomar suas próprias decisões e que respeita a posição uns dos outros.

O vídeo viral

Spencer começou a ganhar as manchetes depois que uma parte de um sermão de 14 de novembro, dele distribuindo seus conselhos de saúde pública, se tornou viral.

“Está tudo bem, várias pessoas já pegaram Covid. Nenhum morreu ainda. Está certo. Pegue. Acabe com isso. Continue”, disse ele no meio de seu ataque de tosse no púlpito.

Publicidade

Mas, as autoridades de saúde consideram uma “má ideia” ser infectado de forma intencional com o vírus.

Em seu sermão no domingo, Spencer disse que gostaria que o Evangelho se espalhasse pelo mundo de modo tão rápido quanto parte do seu sermão sobre o coronavírus.

“Não seria maravilhoso se o Evangelho tivesse esse impacto em todo o mundo?”, ele perguntou.

Pregando sobre o pecado e a morte, sob o mesmo ponto de vista ele disse: “O argumento não é que você pode morrer. A realidade é que você vai. Não sou fatalista, mas sou realista. Quando Deus disse ‘é designado para o homem morrer uma vez’, isso é o que Ele quis dizer. Você morre de ataque cardíaco? Não. Você morre de câncer? Uh-uh. Você morre de COVID? Não. Todo mundo morre da mesma coisa – o pecado. É isso aí”.

Spencer, que se formou no Mountain States Baptist College em maio de 1995, disse que ele e sua esposa, Suzan, começaram a Igreja Batista Lighthouse em 1997, logo após uma carreira na Força Aérea dos Estados Unidos.

Publicidade

 

 


Leia também:

Destaques do Mês