Conecte-se conosco

Brasil

Prefeitura do Rio de Janeiro diz que a cidade não terá carnaval

Publicado

em

Prefeito diz que Rio não terá carnaval fora de época em julho – Foto: Fernando Frazão

De acordo com a Agência Brasil, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, decidiu suspender o carnaval fora de época que havia sido planejado para julho. A criação de um carnaval anual no início do segundo semestre foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e sancionada pelo governador em exercício, Claudio Castro.

Publicidade

A decisão da Prefeitura do Rio de Janeiro foi anunciada na tarde de hoje (21/01), no perfil de Eduardo Paes no Twitter.

Publicidade

Paes explicou que o carnaval exige uma grande preparação por parte dos órgãos públicos e das agremiações e instituições ligadas ao samba, o que ele não considera possível fazer nesse momento.

“Dessa forma, gostaria de informar que não teremos carnaval no meio do ano em 2021″, disse o prefeito, que completou: “certamente em 2022 poderemos (todos devidamente vacinados) celebrar a vida e nossa cultura com toda a intensidade que merecemos”.

JESUS NO CARNAVAL DE 2019 e 2020

No carnaval de 2020, a Escola de Samba Mangueira fez uma versão moderna da vida de Jesus Cristo, representado como índio, mulher e morador de rua. Na comissão de frente, ele apareceu em sua representação clássica, um homem branco de cabelos longos e barba, sofrendo repressão policial.

Publicidade

O samba-enredo da Mangueira gerou críticas à escola por parte dos cristãos e conservadores.

Já em 2019, a Gaviões da Fiel despertou a ira de líderes religiosos pelo país. Em seu desfile de Carnaval uma das coreografias mostrou Jesus Cristo sendo derrotado por Satanás. Entre os integrantes da bancada evangélica que mostraram sua indignação, foi o deputado Marco Feliciano. A escola chegou a ser processada.

 

Destaques do Mês