Conecte-se conosco

Mundo

“Tivemos que sair do país”: Hong Kong rejeita pedido de visto de Francis Chan, após ele abrir três igrejas

Publicado

em

Pastor Francis Chan – Foto: Reprodução/YouTube

A China se tornou um dos países onde os cristãos são mais perseguidos por causa da fé em Jesus, segundo o Portas Abertas. Um exemplo é o que aconteceu com o pastor Francis Chan que revelou que depois de plantar três igrejas em Hong Kong (sudeste da China), as autoridades negaram seu visto, forçando-o a deixar o país e retornar aos Estados Unidos.

Segundo o Christian Post, o evangelista compartilhou a notícia em um vídeo enviado a amigos e companheiros pastores em 5 de janeiro.

“Na semana passada, depois que as autoridades de Hong Kong rejeitaram nossos vistos, nós (genros Justin, Peter e ele) tivemos que deixar o país. Agora estamos de volta aos Estados Unidos e apelamos da decisão. Queremos estar em Hong Kong e, com sorte, podemos voltar para lá”, disse Chan.

Publicidade

APÓS PLANTAR TRÊS IGREJAS

Segundo o pastor, antes de deixar o país, ele e sua equipe abriram três igrejas com capacidade para 15 a 20 pessoas.

“Antes de sairmos de Hong Kong, Justin, Peter e eu vimos o Senhor plantar três igrejas (reuniões nas casas) com aproximadamente 15-20 pessoas atendendo cada uma. Cada um de nós estava liderando uma igreja em cada uma de nossas casas, mas então, de repente, aprendemos que tínhamos que deixar o país”, disse ele.

Chan e sua família se mudaram dos Estados Unidos para Hong Kong em fevereiro de 2020. Ele se abriu sobre alguns dos desafios que enfrentou como plantador de igrejas, revelando que a ideia de “amar uns aos outros” é estranha para muitos cristãos em Hong Kong.

Publicidade

Em dezembro, ele compartilhou que, como missionário em Hong Kong, ele foi atingido por um clima de medo.

“Tenho notado que estar em Hong Kong, obviamente rodeado de chineses, ao contrário do que estive nos Estados Unidos, há muito medo, mesmo com aqueles que se dizem cristãos. Eles realmente têm medo de morrer. E você precisa entender que há algo muito errado em sua vida se você não quiser morrer”, disse ele aos reunidos na Convenção da Missão Chinesa.

 

Destaques do Mês