Conecte-se conosco

Viúva cristã entrega Bíblia para os assassinos de seu marido

Publicado

em

Kelly Saenz – Foto: Reprodução/YouTube

Kelly Saenz e Pabel Saenz se apaixonaram enquanto faziam a obra de Deus juntos na Colômbia. Assim, eles se casaram em 2008 e dedicaram suas vidas para proclamar o Evangelho no país como um casal. Russell Stendal foi o mentor de seu falecido marido, Pabel. Ele era um “missionário que havia sido sequestrado, preso e ameaçado durante seus quarenta anos de ministério em Colômbia”.

Trabalhando como motorista de moto-táxi, Pabel foi para uma região perigosa da Colômbia em um domingo, 23 de novembro de 2014 e nunca mais voltou. Foi então que Kelly saiu à procura do seu marido.

Após três dias procurando por Pabel, ela recebeu a notícia da morte de seu marido através de um telefonema do chefe da guarda indígena. Mais tarde, soube que sufocaram Pabel até a morte com a alça de sua bolsa, onde carregava suas Bíblias.

Publicidade

PREGANDO O EVANGELHO

Kelly foi para a perigosa aldeia onde seu marido morreu, pois havia uma reunião do conselho. Na ocasião, conheceu os dois sobrinhos do cacique que confessaram ter matado o seu marido. Mas ambos se recusaram a dizer o motivo pelo qual mataram Pabel. No entanto, Kelly tem certeza de que era por causa da fé cristã.

De acordo com o portal God TV, durante aquele momento, Kelly confrontou os dois homens. Então ela ouviu a voz de Deus dizendo: “Este é o momento em que preciso ver o seu testemunho de Mim. O fruto de tudo que você e seu marido têm feito nos últimos anos”.

Apesar de sua dor, ela pregou o Evangelho às pessoas da aldeia. Além disso, ela voltou àquela aldeia para distribuir Bíblias para aquele povo. Em vez de apontar o dedo e condenar os assassinos, Kelly escolheu amar e perdoar exatamente como Jesus fez. Hoje, ela continua o legado de seu marido de pregar o Evangelho ao povo da Colômbia.

Publicidade

 

Destaques do Mês