Conecte-se conosco

Gospel

Angola proíbe igrejas evangélicas no país

Publicado

em

O governo do presidente José Eduardo dos Santos adotou uma firme medida quando decidiu proibir a intervenção das igrejas evangélicas na Angola.

A maioria das igrejas estabelecidas no país é de origem brasileira e estima-se que 15% da população angolana é evangélica, número que, de acordo com o governo, só aumenta.

Segundo o porta-voz e secretário do partido MTPLA (Movimento Popular de Libertação da Angola) as igrejas brincam com as fragilidades do povo angolano e fazem propaganda enganosa.

A única igreja que ainda tem o reconhecimento do governo é a Igreja Universal do Reino de Deus, porém funciona apenas com fiscalização dos ministérios do Interior, Cultura e Direitos Humanos e ainda com o aval da Procuradoria Geral da Justiça. As demais igrejas brasileiras, que antes tinha a autorização provisória para funcionar, continuam a espera do reconhecimento oficial do governo angolano.

Ore para que as portas deste país estejam abertas para o evangelho e que missionários consigam levar a Palavra de Deus aos angolanos que ainda não conhecem Jesus.

Folha de São Paulo
Por Mariana Soares


 

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaques do Mês