Filha de Sônia Hernandes é ungida como “bispa” da Renascer


Filha de Estevam Hernandes e Sônia Hernandes, fundadores da Renascer, Fernanda Hernandes foi a segunda da família a ser ordenada ao cargo de bispo da denominação, sendo o primeiro o Bispo Tid, que atualmente está internado na unidade semi-intensiva após complicações em uma cirurgia.



A anteriormente conhecida como Pastora Fê, Fernanda foi, segundo a doutrina da Igreja Renascer, “ungida” a “bispa” por seus próprios pais durante a chamada “ceia dos oficiais” da Igreja Renascer em Cristo, celebrada no dia 6 de março.



Via twitter, Fernanda descreveu o sentimento de ser ungida bispa: “Gloria a Deus, nossa estou muito feliz. Que Deus me capacite quero honrar essa unção com a minha vidaaaaaaa”.



Em 2007 a cantora Fernanda Brum escreveu uma música em homenagem a então Pastora Fê.


Fernanda Hernandes já esteve envolvida em alguns casos na justiça, como quando teria supostamente recebido R$95 mil da Assembléia Legislativa de São Paulo sendo um funcionária fantasma que apenas recebia o salário mais não trabalhava.

Um dos mais famosos casos envolvendo a Igreja Renascer e a justiça teve como testemunha ocular a Pastora Fê. Fernanda Hernandes estava com seus pais e líderes da Renascer, Estevam e Sonia Hernandes, quando eles foram presos ao tentar entrar nos Estados Unidos com 56,5 mil dólares, após declarar apenas US$ 10 mil. O dinheiro não declarado estava escondido em um porta-cd e em um Bíblia.



Seus pais foram presos e ela e o irmão, Felipe Hernandes, liberados depois de prestarem depoimento. Após o acontecimento Fernanda declarou: “Fiquei no aeroporto por nove horas com meus filhos, sem noticias do Apóstolo e da Bispa”, queixou-se e afirmou “só falei com a Bispa Sonia ontem. No lugar em que esteve, converteu 29 pessoas!”.


    
A ordenação de Fernanda Hernandes a Bispa da Renascer aconteceu dias depois após o anúncio da saída de Zé Bruno do mesmo cargo. A Igreja Renascer possui cerca de 72 bispos em sua organização.


 


Fonte: Creio

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.