Pastor Marco Feliciano responde às críticas de Edir Macedo

O pastor Marco Feliciano usou seu site para responder
ao vídeo que o bispo Edir Macedo publicou em seu blog questionando se há
diferença entre os cultos pentecostais e cultos de religiões afros.

O líder da
Igreja Universal do Reino de Deus publicou uma montagem de vídeos dizendo que o
chamado “cair no espírito” é semelhante a possessão demoníaca de centros
espíritas.

Ao defender o pentecostalismo, Marco Feliciano, que
inclusive aparece no vídeo postado por Macedo, tenta esclarecer que a maior
diferença é que nos cultos pentecostais as pessoas são movidas pelo Espírito de
Deus.

“Na questão dos cultos comparados pelo nobre Bispo, notamos
sim semelhanças inúmeras, mas por que tanta semelhança? Vamos a explicação: O
diabo tem poder isso é inegável, todavia Deus tem TODO o PODER!”, escreveu
Feliciano que deu vários exemplos bíblicos de manifestações divinas que foram
imitadas por magos e por pessoas possessas por espíritos malignos.

Respondendo a pergunta que dá nome ao vídeo de Macedo “Qual
a Diferença?”, Feliciano diz que em primeiro lugar diferença é que nos cultos
pentecostais o único Deus é adorado. “no nosso Adoramos ao Deus único e
verdadeiro, no outro adoram a espíritos expulsos do céu que querem ser como
deus, por isso imitam nosso culto”, escreve ele que se diz “pentecostal
genuíno, criado no fogo de Jeová”.

Entre outras diferenças citadas pelo pastor da igreja
Assembleia de Deus Catedral do Avivamento estão: “no [culto] deles seus
espíritos os chamam de cavalos, no nosso Deus nos chama de Ovelhas pois Ele é
o  eterno pastor do salmo 23;  no nosso culto, tais manifestações geram
vida, alegria, esperança, no outro as pessoas saem mais vazias e confusas do
que quando chegaram;’no nosso ao terminar o culto, todos sabem o que aconteceu
não tem duvidas! No deles as pessoas não sabem o que houve, ou onde estão, ou
seja no nosso o Espírito que opera trabalha em conjunto com o homem no deles os
espíritos dominam suas vontades”.

Fonte: Gospel Prime

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.