Conecte-se conosco

Gospel

Psicóloga cristã pode ser punida por falar de Deus nas redes sociais

Publicado

em

No último dia 20 de Março, a psicóloga Marisa Lobo recebeu uma notificação do Conselho Regional de Psicologia (CRP) comunicando que um processo disciplinar foi instaurado contra ela.

O motivo: se negar a retirar de suas redes sociais frases que falem de Deus, pois (de acordo com o CRP) esta prática religiosa viola um princípio do código de ética da profissão.

Uma das acusações atribuídas a psicóloga cristã é de utilizar a bíblia como ferramenta didática na orientação psicológica, o que é contundentemente negado por ela. “A questão é cadê a prova que uso religião no meu consultório? É perseguição!”, protestou Marisa em seu Twitter.


A todo instante a psicóloga se mostrou inconformada por ser alvo de uma investigação que, segundo ela, não passa de uma perseguição religiosa para tentar neutralizar o crescimento dos evangélicos nas diferentes esferas sociais.


Um dos argumentos utilizados contra ela é o fato da mesma ter um site chamado “PSICOLOGIA CRISTÔ, o que poderia caracterizar a inserção de valores religiosos na prática profissional. Mas a questão é muito mais complexa, pois “há mais de 30 anos existem práticas espíritas inseridas no tratamento psicológico, como o trabalho de regressão” (adotado pelo espiristismo), de acordo com Marisa Lobo.

Entenda melhor o caso; assista ao vídeo com o desabafo da psicóloga cristã:


Verdade Gospel

Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaques do Mês