Conecte-se conosco

Política

Justiça do RJ afasta Flordelis do cargo de deputada federal

Publicado

em

Deputada Flordelis – Foto: Reprodução

Por unanimidade, a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro afastou a deputada federal Flordelis dos Santos de Souza (PSD) de seu mandato.

Publicidade

O julgamento aconteceu nesta terça-feira (23/02) e analisou se ela poderia continuar em seu cargo enquanto espera o julgamento do processo no qual é acusada de ser a mandante da morte do marido, o pastor Anderson do Carmo.

A decisão dos desembargadores será submetida ao plenário da Câmara dos Deputados para que os parlamentares decidam se mantém o afastamento, conforme determina a Constituição Federal.

O relator do processo na 2ª Câmara Criminal, desembargador Celso Ferreira Filho, determinou que a decisão seja encaminhada à Câmara dos Deputados em 24 horas. Segundo ele, as ações da deputada citadas nos autos do processo podem significar interferência na apuração da verdade dos fatos.

“São 50 anos que convivo nessa Casa de conflitos e há muito tempo não vejo uma situação tão complexa, estranha e que causa tanta surpresa. Lidamos com homicídio, improbidade administrativa, vários desvios, mas há uma gama de circunstâncias estranhas, sobre as quais não vou tecer comentários”, afirmou o relator do processo na 2ª Câmara Criminal, desembargador Celso Ferreira Filho, que votou a favor do afastamento.

Os outros dois desembargadores – Antônio José e Katia Jangutta -, seguiram o voto do relator, que acredita que há situações concretas que demonstram atos de Flordelis para atrapalhar a “busca pela verdade” no processo.

Publicidade

Destaques do Mês