Conecte-se conosco

Gospel

Esposa de Guilherme de Pádua fala de trabalho evangelístico do marido

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

A esposa do pastor da Igreja Batista da Lagoinha Guilherme de Pádua, Juliana Lacerda, usou o YouTube para falar dos ataques que seu marido tem enfrentado, sobretudo nos últimos dias em um programa de canal da TV aberta,

“Meu marido é um ser humano, nem um animal merece Juliana que não tem o costume de se manifestar a respeito de casos passados do marido, diante dos comentários de que Guilherme deveria estar um buraco na presídio, chateada lembrou que o marido, por outro lado, está evangelizando para os presos.

“Meu marido é um ser humano, nem um animal merece estar em um buraco no presídio, meu marido merece?”, questionou ela.

Ao falar sobre o trabalho de evangelismo que o marido faz, Juliana exaltou o trabalho ao dizer que as pessoas são transformadas e moldadas em Cristo através da vida do Guilherme. Além do evangelismo nas prisões, Pádua ainda faz um trabalho fora de lá, ao ter duas casas disponíveis onde são abrigados mais de 40 presos e através do trabalho que ela e o marido fazem pela vida deles suas vidas são transformadas. Ela falou sobre perseguição da mídia sobre o marido.

Porque a mídia não mostra o meu marido completamente transformado e mudado? Gente ele é uma pessoa linda e maravilhosa, ele me trata como uma princesa e até me dar remédio na boca.”, disse ela emocionada.

Ela ainda disse que quando ele sai nas ruas é atacado pelas pessoas por palavras inadequadas e chamando-o de verme e assassino, tudo segundo ela, por causa da mídia que só mostra o passado que ele viveu e não do presente dele.

“Porque vocês da mídia não vão na Igreja Batista da Lagoinha (onde ele é pastor), e fazem uma matéria dele lá com ele e os líderes que o acompanharam durante esses anos todos. Gente parem de condenar e julgar. – pediu ela.”, disse ela.

Ela ficou indignada quando ouviu de uma das apresentadoras do programa de que Guilherme de Pádua era o câncer do mundo, e até imaginou como seria o pensamento dos seus sogros de 94 e 84 anos se eles estivessem vendo o programa naquele momento.

“A mídia tem que parar de condená-lo, ele já pagou, mas a mídia ainda quer que ele pague, sofra e seja condenado. E ele tem as redes sociais para mostrar os testemunhos de vida dele. Sabia que várias pessoas foram transformadas e curadas por Cristo Jesus através do testemunho do Guilherme de Pádua?”, disse ela.

Ela finalizou dizendo que todos devemos receber perdão, independente do que foi feito, todos devem ser perdoados. O vídeo até o momento teve mais de duas mil visualizações no YouTube.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaques do Mês