Conecte-se conosco

Mundo

“Meus lábios são da minha mulher”, diz ator demitido após negar cenas de sexo

Publicado

em

Ator Neal McDonough – Foto: Divulgação

O ator Neal McDonough, de 56 anos, sempre foi sincero sobre sua fé, seus parâmetros morais quando se trata de filmar e a seca de atuação que ele acredita ter enfrentado em 2010 como resultado de suas opiniões religiosas.

Mas McDonough disse recentemente à Fox News como sua fé o guiou por essas lutas e o ajudou a chegar ao outro lado.

“Houve uma época em que eu não estava trabalhando. Eu não conseguia um emprego porque as pessoas pensavam que eu era um religioso louco”, disse ele. “Mas não foi esse o caso. Eu amo minha esposa, mas eu amo minha atuação também. Eu tinha esperança de que, em algum momento, alguém me desse uma chance novamente.”

McDonough alegou que foi demitido em 2010 do programa “Scoundrels” por sua recusa em fazer cenas de sexo. Mas seus parâmetros de filmagem não eram uma política nova, já que o ator também não beija outras pessoas na tela e supostamente há muito tempo era aberto sobre esse fato.

Na época, McDonough disse: “Não vou beijar nenhuma outra mulher porque esses lábios são feitos para uma única mulher”. Ele é casado com a ex-modelo sul-africana Ruvé Robertson desde 2003 e juntos eles têm cinco filhos.

Ainda assim, a estrela de “The Band of Brothers” acredita que sua falta de vontade de fazer essas cenas acabou tendo um impacto negativo em sua carreira, e ele disse à Fox News que se viu frustrado e implorando a Deus.

“Lembro-me de cair de joelhos e dizer: ‘Deus, por que você se esqueceu de mim? Por que estou sendo tão punido?” disse McDonough. “E assim que essas palavras saíram da minha boca, percebi que perguntas egocêntricas eram essas.”

O ator percebeu que Deus havia lhe dado muito na vida e que ele deveria, em vez disso, ser dominado pela gratidão. “Todos nós experimentamos desafios em nossas vidas”, disse ele à Fox News. “Eu deveria ser grato – e agradecido – por todas as bênçãos que recebi.”

Ele disse que recebeu um telefonema alguns minutos depois dessa oração e foi oferecido um papel em “Justified”. A partir daí, os empregos voltaram e “tudo foi meio esquecido”, disse McDonough.

O ator disse que é grato a Deus por tudo que ele tem em sua vida e carreira.

Como Faithwire relatou anteriormente, esta não é a primeira vez que McDonough aborda esses problemas. Ele contou à Closer Weekly sobre a questão “Scoundrels” alguns anos atrás, descrevendo sua aparente seca em Hollywood que se seguiu como “difícil”.

“Foi uma situação horrível para mim. Depois disso, não consegui emprego porque todos pensavam que eu era um fanático religioso”, disse ele. “Sou muito religioso. Coloco Deus e a família em primeiro lugar, e eu em segundo. É por isso que eu vivo. Foi difícil por alguns anos.”

Apesar das dificuldades que McDonough enfrentou, ele deve ser elogiado por permanecer firme em suas convicções em uma indústria que normalmente não recompensa tal comportamento.

McDonough participou de filmes como Star Trek: First Contact, Capitão América: O Primeiro Vingador, The Hitcher e Minority Report, assim como de séries televisivas como Tin Man, Band of Brothers, Desperate Housewives, Arrow e Legends of Tomorrow.

Destaques do Mês