Conecte-se conosco

Brasil

Projeto evangelístico valoriza relacionamentos pessoais

Publicado

em

Foto: Bruno Melo/Unsplash

O Projeto Minha Esperança utiliza um meio capaz de chegar às regiões mais distantes do interior do país: a televisão. No entanto, a ênfase do projeto realizado em parceria com a Associação Evangelística Billy Graham não é a telinha e sim a igreja evangélica nacional.

Os resultados do Minha Esperança dependem da ação individual e familiar dos membros das igrejas do país, que são orientados a convidar amigos não crentes para assistir juntos a pregações de Billy Graham e Franklin Graham. Após os programas, que serão transmitidos em rede nacional, a televisão deve ser desligada para abrir espaço a uma conversa sobre a mensagem do evangelho e o testemunho pessoal dos cristãos. As transmissões ocorrem em novembro, em data a definir.

A estratégia do projeto valoriza os relacionamentos pessoais e também chama à responsabilidade cada cristão brasileiro. Além disso, coloca o lar como espaço para a evangelização. Conforme dados do projeto, mais de 44 mil igrejas de diferentes denominações comprometeram-se a participar. “Isso projeta, segundo os dados informados, a possibilidade real de já termos 797 mil lares em condições de serem treinados para abrir suas portas durante as transmissões”, explica o coordenador nacional do projeto, Geremias do Couto.

Em junho e agosto acontece a segunda fase de treinamento para pastores, em reuniões que acontecem em todas as regiões do país. Os líderes recebem ferramentas para que multipliquem o treinamento com os membros de suas igrejas. Essa fase deve acontecer em agosto e outubro. As transmissões das pregações ocorrem em novembro.

Outras informações sobre os treinamentos, a transmissão e a participação das igrejas e dos crentes estão no site do Projeto Minha Esperança.

Fonte: Agencia Soma

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaques do Mês