Conecte-se conosco

Músicas

Cantora Sarah Beatriz realiza live solidária nesta terça-feira

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

A cantora Sarah Beatriz também vai realizar a sua live durante o período de isolamento social devido à pandemia do Covid-19. Na próxima terça-feira, (28), a partir das 20h00, a cantora carioca vai cantar seus sucessos, fará algumas releituras e apresentará novidades que devem fazer parte de seu segundo álbum, que será gravado em breve pela Graça Music.

Publicidade

Além de música e da particular descontração e alegria da Sarah, a transmissão ao vivo pelo canal oficial da cantora no YouTube terá momentos de oração e de ministração da Palavra. O evento online terá cunho beneficente, com a arrecadação de alimentos para instituições de caridade. Para incentivar as doações, diversas figuras públicas farão aparições na live e também contribuirão com a ação social.

 

Sobre Sarah Beatriz

Uma cantora com números impressionantes nas redes sociais. Mas, acima de tudo, uma voz poderosa que a cada nota emitida insiste em deixar para trás todo passado de lutas e dificuldades, vencendo-as, uma a uma, com perseverança e confiança na força da Palavra de Deus. Esta é a carioca Sarah Beatriz, que em pouco tempo, surgindo como um fenômeno da internet.

Mais importante do que as marcas no meio digital, destaca-se a personalidade da artista em seu primeiro álbum pela Graça Music, “Basta acreditar” (2017). No repertório estão 12 faixas no estilo pop congregacional, com levada de black/soul e uma pitada de rock. As músicas falam sobre o amor de Deus, da mudança interior que Jesus faz em quem O aceita como Senhor e do poder sobrenatural da fé.

Sarah assina quatro faixas do CD; também aparecem como compositores Anderson Freire, Pr. Lucas, Bob Jonathan, o Missionário R. R. Soares e o produtor Rogério Vieira, profissional renomado que acumula cinco premiações e 12 indicações ao Grammy Latino, um dos maiores eventos da indústria musical no mundo. Além da faixa-título, são destaques as canções “O Teu amor” e “O maior vilão sou eu”, de autoria de Abdiel Arsênio. A faixa alcançou mais de 57 milhões visualizações nas principais plataformas digitais.

Publicidade

De família humilde, Sarah foi abandonada pelo pai ainda criança e criada apenas pela mãe, que não tinha familiares no Rio de Janeiro e trabalhava como empregada doméstica para sustentar cinco filhos.

Nunca me esquecerei de onde Deus me tirou. Cheguei a passar fome, mas nunca perdi a esperança de que, um dia, as promessas de Deus se cumpririam em minha vida – lembra a cantora.

Criada em um lar evangélico, a jovem começou a cantar aos cinco anos de idade no grupo de crianças da igreja. Sem recursos financeiros e nenhum estudo na área musical, acreditou tão somente no dom de Deus para encantar o país com sua arte.

 


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO do Gospel Minas no Whatsapp! Clique Aqui!


 

Publicidade

Ajude-nos a continuar a ser a voz da verdade na mídia, apoiando o Gospel Minas. Doe AQUI!

Destaques do Mês