Conecte-se conosco

Minas Gerais

Começa Campanha de Vacinação contra gripe em Minas

Publicado

em

Foto: Divulgação

Minas Gerais pretende imunizar 1,4 milhão de pessoas até dia 9 e evitar internações. Postos vão ser abertos no sábado

Por:Luciana Melo

A 10ª edição da Campanha Nacional de Vacinação do Idoso contra o vírus influenza, agente responsável por gripes que podem causar internações em maiores de 60 anos, começou ontem e pretende imunizar pelo menos 1,4 milhão de pessoas em Minas Gerais. Para atender a demanda, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) recebeu 1,9 milhão de doses. Em Belo Horizonte, os 145 centros de saúde já iniciaram o trabalho e pretendem levar a proteção vacinal para 240 mil idosos. No sábado será feita uma grande mobilização para atender aqueles que trabalham e não tem tempo de ir às unidades de saúde durante a semana.

Com slogan “Não deixe a gripe derrubar você; Vacine-se”, a campanha do Ministério da Saúde é imunizar 80% da população idosa, mas a adesão tem sido superior ao índice exigido pelo governo federal. A cobertura vacinal foi de mais de 88% em 2007 no estado, chegando a 93% na capital. Em 1999, no início da campanha, 93,2% dos idosos foram vacinados. “Tivemos uma queda no segundo ano da vacinação contra gripe, no ano seguinte, quando houve boatos de que a vacina causava problemas graves, sendo vacinados apenas 76,7% dos idosos. Já em 2001, as pessoas recuperaram a confiança na imunização que é eficaz e segura e mantivemos a média de 87% e 88% nos anos seguintes”, conta a coordenadora de imunização da SES, Tânia Arruda Brant.

A campanha começou ontem em todo país, mas no sábado será comemorado o Dia Nacional de Vacinação contra a Gripe para os Idosos. A SES vai promover uma grande mobilização na Praça Floriano Peixoto, no Bairro Santa Efigênia, na Região Leste, com diversas atividades. “Todas as cidades brasileiras começaram hoje a vacinação, para que as pessoas tenham tempo de procurar os serviços de saúde, principalmente na área rural. No sábado, fazemos o dia D da campanha e procuramos atingir um grande número de pessoas”, afirma Tânia.

Todos os 145 centros de saúde da capital vão funcionar sábado, exclusivamente para aplicação das vacinas. Equipes especiais irão até os idosos impossibilitados de sair de casa e que devem se cadastrar com antecedência. Os serviços de saúde de Belo Horizonte atendem hoje em casa cerca de 2 mil maiores de 60 anos. “A vacinação vai ser oferecida até o dia 9 de maio, mas no sábado os profissionais vão concentrar esforços para atender idosos, já que muitas pessoas trabalham e têm dificuldade de ir aos centros de saúde durante a semana”, conta a coordenadora técnica de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Lenise Maciel Dornas. Somente no fim da mobilização as doses restantes podem ser aproveitadas para imunizar outros grupos, como asmáticos graves e profissionais de saúde.

A dentista Oly Freire, de 69 anos, aproveitou o primeiro dia da vacinação. “Procuro a vacina logo no início da campanha. Quando está perto de vencer o período de imunidade, começo a ficar mais fraca para as gripes, mas logo recebo a dose seguinte e fico protegida todo o ano”, afirma. O aposentado Ramiro Rodrigues, de 68 anos, aproveitou o passeio diário no Centro de BH para ir até a sede da Cruz Vermelha. “Moro no Bairro São Marcos, mas venho todos os dias ao Centro jogar dama. Fiquei sabendo que havia começado a vacinação e compareci no primeiro dia. Estou com todas as doses em dia”, contou. O advogado Aggeo Simões, de 61 anos, passou no horário do almoço no posto para se proteger.

SERVIÇO

• Prazo: até 9 de maio
• Locais: postos de saúde, inclusive neste sábado
• Em casa: marcar visita, até sábado, pelo telefone 3277-7772
• Contra-indicações: problemas neurológicos, como Alzheimer e Parkinson, febre e alergia a ovo

Fonte: Estado de Minas

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Destaques do Mês