Diretor se diz arrependido de ter feito o filme da cantora Flordelis

Marco Antônio Ferraz, diretor do filme “Flordelis: Basta Uma Palavra Para Mudar”, de 2009, disse estar arrependido de ter dirigido o filme da cantora e também pastora Flordelis. A também deputada federal é apontada como mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, morto em 16 de junho de 2019.

+ Mãe de menino que salvou amigo que caiu em piscina relembra susto: “Foi um milagre de Deus”

– Me arrependo. Se fosse hoje, jamais teria feito esse filme. Não sou cineasta. Sou um contador de histórias e o que contei foi uma mentira diante dos fatos que conhecemos agora – Disse ele.

– Estou dilacerado, me sinto enganado. É como se não pudesse confiar em ninguém – Concluiu.

+ Cantor Cauan após deixar UTI: “Jesus fez um milagre muito grande”

A história da cantora Flordelis chamou a atenção do diretor que entrou em contato com a pastora após vê-la num programa da Xuxa Meneghel. Foi quando Marco quis contar a história dela no cinema.

O filme foi lançado em 2009 com a presença de quase todo o elenco, entre eles Cauã Reymond, Bruna Marquezine, Ana Furtado, Leticia Spiller, Alinne Moraes, Marcello Antony, Sergio Marone, entre outros, que costurava as cenas interpretando os filhos adotados por Flordelis. O pastor Anderson do Carmo, casado com Flordelis, foi o produtor executivo.

De acordo com o Jornal Extra, mais da metade dos artistas trabalharam sem cachê e alguns deles investiram do próprio bolso para que a bela trajetória de uma mulher favelada, que retirava crianças do tráfico e as adotava como mãe, ecoasse no país.

+ “Ela é inocente e jamais mandaria matar”, garante advogado de Flordelis

– Ele era louco por ela. Fazia qualquer coisa que ela quisesse ou mandasse. Ele me perguntou o que eu queria que ela vestisse para a pré-estreia e eu disse para contratar um personal stylist. Ele não quis. Pediu que eu comprasse um vestido chique, que dinheiro não seria um problema. Fomos a uma loja de grife e pagamos R$ 2 mil num vestido. Foi um sonho realizado ver aquela mulher, que saiu do morro, ali, chiquérrima e linda. E no fim das contas, tudo isso não passava de uma mentira – Disse o diretor.

O filme narra a história de Flordelis dos Santos, uma professora que, incomodada com a situação das crianças da favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, onde morava, montou em sua casa um abrigo para os menores. Diante da violência e da criminalidade, Flordelis decidiu adotar as crianças, chegando a mais de 40 filhos.

Marco Antônio Ferraz ao lado de Flordelis – Foto: Reprodução/Instagram

 


Receba as notícias do Gospel Minas no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp: bit.ly/2R9Ign9

Telegram: bit.ly/2CNJQY7


 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.