Ex-viciada em drogas da Cracolândia diz: “Deus restaura vidas”

Após se render ao amor de Deus, Silvia Regina, começa uma nova vida

Após se converter, Silvia se batizou e hoje estuda em um seminário em Campinas. (Foto: Missões Nacionais).

Silvia Regina ficou conhecida como a “Bruxa de Cracóvia”, pois passou 14 anos de sua vida vivendo nas drogas. Mas ela decidiu largar isto para trás quando encontrou o amor de Deus. Agora, ela está se formando em missão, desejando estender a mão para outras pessoas que também precisam do amor de Deus.

A vida de Silvia não foi fácil. Pois com apenas 9 anos de idade, começou a morar na rua quando seu padrasto se embriagou e agrediu sua mãe. A partir daí, ela se juntou a uma gangue e se envolveu em uma vida criminosa.

Ao dar à luz a sua filha, quando tinha 18 anos, ela foi presa e a colocaram na prisão por 25 anos. “Fiquei brava com o mundo”, ela relembra.

Silvia foi solta da prisão quando tinha 43 anos. Apesar de que isso não mudou o seu comportamento, já que ela continuou a participar de atividades criminosas.

Ela começou a trabalhar em uma fazenda onde produzia cocaína e se viciou. “Foi assim que passei 14 anos da minha vida – usando fendas, dormindo nas ruas da Cracolândia (terra do crack), virei nada. Eu era menos que lixo”, ela disse.

O Deus restaurador de vidas

Um dia uma missionária viu Silvia nas ruas. Fernanda Toyonaga fez parte da “Cristolândia” (terra de Cristo), projeto que resgata drogados da rua.

“As pessoas tinham medo dela, mas eu não”, compartilhou Fernanda.

Silvia se lembra do primeiro encontro com Fernanda e diz: “Ela veio, me deu um abraço e disse que Jesus me amava. Depois que Fernanda me abraçou, ela passou a me visitar com frequência”.

O que mais impactou a vida de Silvia foi a atitude de Fernanda que mostrou como Deus nos persegue com o Seu amor. E assim fez com que ela se rendesse a Cristo e mudasse de vida.

Fernanda disse: “As pessoas passam e não percebem que tem alguém que precisa de ajuda. Essas pessoas estão perdidas e precisam ser alcançadas”.

Em 28 de novembro de 2020, Silvia concluiu o curso de formação missionária no Centro Integrado de Educação e Missões do Rio de Janeiro.

“Se não fosse pelo grande amor de Deus, eu ainda estaria em pecado. Deus restaura vidas. Ele me devolveu tudo o que era meu. Ele me devolveu minha filha, meus netos, meus dois irmãos”, ela compartilha.

 

 


Leia também:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.