Conecte-se conosco

Jovem se surpreende pela fé da irmã com Síndrome de Down: “Tenho orado por você!”

Publicado

em

Janessa e sua irmã, Kayla, com síndrome de Down – Foto: Janessa Saelee

Uma semana depois que Kayla nasceu, seus pais descobriram que ela tinha Síndrome de Down. Na época, eles explicaram a seus dois filhos, Janessa e Jeffrey, como seria a vida da nova irmã. E disseram que ela precisava de uma dose extra de amor.

Publicidade

“Naquela época, nenhum de nós sabia quanto am0or extra Deus iria derramar em nossa família por meio dela”; disse a jovem ao site Lake Union Herald.

Janessa diz que uma das formas pelas quais Deus demonstra Seu amor é por meio das palavras de sua irmã. “São comentários simples, mas muitas vezes sinto como se Deus tivesse escondido lições de amor neles para mim”, relata.

Publicidade

“Eu pergunto: ‘Kayla, você pode me passar o leite?’ e me deparo com um brilho nos olhos quando ela sugere: ‘Ah, acho que você deveria me chamar de ‘irmã’. Alguns dias ela vem correndo para o meu quarto exclamando: ‘Irmã! Devíamos ter o Dia da Irmã!’. Ou quando me sento para assistir a vídeos de histórias da Bíblia com ela, ela se aconchega em mim e diz: ‘Acho que é tipo o Dia da Irmã'”, relata.

Embora a primeira coisa que Kayla aprendeu tenha sido a ler e escrever os nomes; ela prefere ser chamada de “filha”. Pois para ela o mais importante é seu relacionamento com a família.

Com isso, Janessa aprendeu uma grande lição: “Percebi que, embora Deus nos conheça pelo nome, Ele valoriza mais o nosso relacionamento com Ele. Somos seus filhos e filhas. Ele não tem vergonha de estar associado a nós (Hebreus 2.11) e deseja que o chamemos de ‘Pai'”.

Publicidade

“ESTOU APENAS AMANDO VOCÊ!”

Janessa conta que sua irmã mantém uma rotina devocional. “Kayla adora sair na natureza bem cedo, pela manhã, e passar tempo com Deus. Ela volta com uma sensação de paz e alegria, e uma intuição que muitas vezes me surpreende”.

Quando estava no último ano da faculdade de Biologia, Janessa sofria com as pressões de sua carga de aula pesada. Mas se sentia mais leve através das palavras de Kayla: “Tenho orado por você!”.

Algumas vezes Janessa está ocupada e é interrompida por sua irmã, com um abraço demorado. Enquanto Kayla diz: “Estou simplesmente te amando, irmã!”. Além disso, em outros momentos, Janessa percebe que Kayla está olhando para ela e pergunta se precisa de algo. E com um sorriso no rosto, sua irmã responde: “Estou apenas amando você!”.

E assim, Janessa aprende mais uma lição: “Posso apenas imaginar Deus, com um piscar de olhos, enviando situações que parecem interrupções, só para nos dar um momento para respirar e ver que Ele está sorrindo e dizendo: ‘Estou apenas te amando!'”, relata.

“Não consigo me imaginar crescendo sem a bênção da minha irmãzinha. Por meio dela, Deus me mostrou um novo lado de Seu amor. Pensamos que iríamos dar a ela um amor extra, mas Deus continua derramando ainda mais amor por meio dela para nós”, conclui a jovem.

Publicidade

 

Destaques do Mês