Mulher é acusada de matar a filha de cinco anos em Alagoas

A mãe sofria transtornos psiquiátricos e teria tido um surto no momento do ataque à filha. Ela foi presa enquanto rezava

Josimare e a filha Brenda – Foto: Reprodução

Josimare da Silva matou a própria filha de 5 anos. O crime aconteceu neste domingo (24/01), em Maravilha, em Alagoas, no nordeste. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (25/01) pela Polícia Civil do estado.

Publicidade

Josimare sofria transtornos psiquiátricos e teria tido um surto no momento do ataque à filha, de acordo com a polícia. No entanto, não há informações se ela teria arrancado os órgãos da criança depois de matá-la.

Ainda é aguardado o resultado do laudo do Instituto Médico Legal (IML), para determinar a causa da morte da criança, e confirmar se parte da língua e os olhos dela foram realmente arrancados antes ou depois da morte.

Publicidade

PRESA ENQUANTO REZAVA

A polícia informou que a vítima, Brenda Carollyne da Silva, teve parte da língua arrancada com uma tesoura, e também os olhos. A mulher foi presa em flagrante por uma guarnição da Polícia Militar no Povoado São Cristóvão, e segundo a Polícia, no ato da prisão ela estaria rezando.

“Quando os militares chegaram ao local, a mãe estava rezando”, disse o delegado Carlos Reis, gerente de Polícia Judiciária da Região 4 (GPJ-4). Em um comunicado emitido pela Polícia Civil nesta segunda-feira (25), acrescentou que a primeira suposição é de que o crime foi praticado durante um surto psicótico da mulher.

Ela foi levada para a Delegacia Regional de Delmiro Gouveia e foi autuada em flagrante pelo delegado plantonista, Walter Fontes.

Publicidade

Em sua conta pessoas no Facebook, Josimare tem a frase “família em primeiro lugar” colocada em destaque, abaixo da foto de capa da rede social. A morte da menina foi bastante lamentada e gerou revolta nas redes sociais.

O delegado regional de Santana do Ipanema, Hugo Leonardo, informou que ela será transferida para a Delegacia Regional de Santana, responsável pela área onde ocorreu o crime, e, posteriormente, levada para o presídio feminino Santa Luzia, em Maceió.

Ele acrescentou que o inquérito sobre o caso será presidido pelo delegado distrital de Maravilha, Diego Nunes.

Brenda Carollyne foi morta aos 5 anos pela própria mãe

Brenda Carollyne foi morta aos 5 anos pela própria mãe

 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.