Conecte-se conosco

Mundo

Vaticano proíbe Igreja Católica de abençoar casais homossexuais

Publicado

em

Documento da Congregação para a Doutrina da Fé sobre uniões homossexuais foi aprovado pelo papa Francisco – Foto: Vatican News

O Vaticano afirmou, nesta segunda-feira (15/03) que padres e outras autoridades da Igreja Católica não poderão mais abençoar uniões entre pessoas do mesmo sexo e que, se isso acontecer, elas não serão oficiais.

Publicidade

A Congregação para a Doutrina da Fé emitiu uma diretriz em resposta a questões e mudanças surgidas em algumas paróquias para dar bênçãos como um sinal de que os casais homoafetivos são bem-vindos na Igreja, já que a instituição não permite o casamento homoafetivo.

No entanto, o documento afirmou que não é lícito abençoar uma relação que envolve atividade sexual fora do casamento, “como é o caso de união entre pessoas do mesmo sexo”.

Publicidade

Segundo a Congregação para a Doutrina da Fé, o próprio Papa Francisco, líder máximo da Igreja Católica, aprovou a resposta.

A Congregação também disse que as bênçãos não são permitidas, mesmo que sejam “motivadas por um desejo sincero de acolher e acompanhar pessoas homossexuais” e ajudá-las a crescer dentro da fé católica.

A nota da Congregação diz que já que o casamento entre um homem e uma mulher é um sacramento, e as bênçãos estão relacionadas ao sacramento do casamento, não podem ser estendidas a casais homossexuais.

Publicidade

“Por essa razão, não é lícito administrar uma bênção em relacionamentos ou parcerias, mesmo estáveis, que envolvem atividade sexual fora do casamento (ou seja, fora da união indissolúvel de um homem e uma mulher aberta em si mesma à transmissão da vida), como é o caso das uniões entre pessoas do mesmo sexo”, disse.

Leia o documento completo aqui!

 

Destaques do Mês