Damares Alves lança edital para melhores máscaras criadas por crianças

Os quatro vencedores poderão passar uma tarde em Brasília com a ministra e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro

Foto: Reprodução / Twitter Damares Alves

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, lançou edital para um concurso que premiará as melhores máscaras feitas por crianças. Os quatro vencedores poderão passar uma tarde em Brasília com a ministra e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

Segundo a pasta, o concurso tem como objetivo ajudar as famílias no incentivo ao uso da máscara de proteção por crianças para conter a disseminação do novo coronavírus.

 

LEIA TAMBÉM:

+Valdemiro Santiago vende colchão durante live da Igreja Mundial

+Regina Duarte deixa comando da secretaria de Cultura do governo Bolsonaro

+Priscilla Alcantara sobre live de música secular: “A nostalgia promove um momento alegre”

 

A ministra gravou um vídeo que foi divulgado nas redes sociais dela para dar visibilidade ao edital intitulado “Pequenos heróis contra o vilão coronavírus”. Nele, ela se apresenta como “ministra das crianças”.

O uso de máscaras de proteção para conter a disseminação do novo coronavírus é recomendado para todos, inclusive crianças. Porém, alguns pais estão encontrando resistência dos pequenos na inclusão do item na rotina de cuidados. Além de incentivar a utilização das máscaras faciais de forma lúdica, a iniciativa visa a fortalecer as relações familiares, já que um dos requisitos é que a atividade seja feita em conjunto e com o apoio de um adulto, seja pai, mãe ou responsável legal.

A Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA) será responsável pela organização do concurso. Ela ainda montará uma equipe que irá avaliar e julgar as produções de acordo com os critérios de inovação, criatividade, praticidade na confecção e design. Os vencedores ganharão uma viagem até Brasília para conhecer os principais monumentos da cidade.

De acordo com as pesquisas e relatos, os sintomas de coronavírus nas crianças são os mesmos que acometem os adultos, mas nelas a doença tem se manifestado geralmente de forma mais leve. Entretanto, são as crianças e adolescentes que podem transmitir o vírus para quem faz parte do grupo de risco – Explicou o secretário Maurício Cunha.

Para acessar o edital, clique aqui.

 


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.