Homem tem a vida transformada por Deus, depois de muitos anos nas drogas

Edivan Matos viveu muitos anos no mundo das drogas. Depois de perder tudo, resolveu visitar uma igreja onde aceitou Jesus. Hoje, possui 12 anos que serve a igreja sendo 6 como pastor

Edivan Matos, hoje pastor da Assembleia de Deus – (Foto: Reprodução)

“E vai ser lindo esse testemunho. A muita gente vai se surpreender. E vai ser lindo esse testemunho. Todos verão que Deus abençoou você”; essa é uma das canções preferidas do pastor Edivan Matos, de 37 anos, morador da cidade de Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santos, isso porque sua história de vida tem inspirado familiares e amigos. Sua vida mudou da água para vinho, após conhecer Jesus.

Publicidade

Edivan teve uma adolescência marcada por uma intensa curiosidade sobre as coisas que o cercavam, principalmente quando se juntava com amigos e colegas na escola. Isso o fez experimentar o cigarro, em um certo dia depois da escola, na volta para casa. Aos 14 anos, Edivan estava prestes a entrar em um mundo totalmente diferente e ao mesmo tempo perigoso, mas, ele apenas queria “curtir” o momento e a idade.

Foram passando os meses e Edivan já experimentava bebida alcoólica, e outras drogas proibidas, como maconha e cocaína. Se tornou viciado tão cedo, quando completou seus 15 anos. Contudo, ele ignorava os perigos que corria futuramente.

Publicidade

– Fiquei aprisionado nas drogas até os 25 anos, cheguei a pesar 49kg de tanta droga. Durante esse tempo de prisão várias pessoas já não acreditavam que havia jeito para mim. Muitos diziam para minha mãe: “Ou ele vai morrer ou vai apodrecer na cadeia”- Disse Edivan em entrevista ao Gospel Minas.

Diante do medo, da incerteza e também da tristeza, Edivan não sabia que diante de tudo aquilo, existia uma pessoa em especial que orava por sua vida; sua mãe. Ela orava incansavelmente por sua vida.

– Minha mãe se converteu na Igreja Batista quando eu tinha 20 anos, ela orou por mim durante 5 anos para que eu me convertesse. Durante esse tempo, recebi vários livramentos de morte, entre eles o carro capotou 6 vezes a 110km por hora dando perda total; uma tentativa de homicídio quando me confundiram com traficante; overdose na beira da praia no carnaval e outros – Revela ele.

Publicidade

Ele conta que chegou a estar “no fundo do poço” quando já estava há 9 anos viciado. Segundo ele, a situação era tão crítica a ponto de ir em um bar para recolher pontas de cigarros para esfarelar e fazer um novo cigarro inteiro com guardanapo. Foi quando ele lembrou do Senhor, e naquele momento ele chorou e orou a Deus.

– Até que em junho de 2008, dentro de uma fábrica de calçados, uma jovem me convidou para ir fazer uma visita na igreja dela. A princípio eu resisti, mas depois me bateu aquela vontade e falei com ela que iria. Porém, ela riu achando que eu estava brincando. Foi quando disse para ela: “Você vai ver! Vou na sua igreja, vou aceitar a Jesus e você vai ver o que Deus vai fazer na minha vida” – Lembra Edivan.

Início de uma mudança surpreendente

12 de junho de 2008 foi a data escolhida para visitar a igreja da sua colega. Ele acompanhou o culto normalmente e ao final daquela celebração, Edivan foi tocado e sentiu o desejo enorme de ir na frente do altar, no momento do apelo. Ele lembra a frase dita pelo pastor da igreja que foi dirigida para ele, na qual mudou os rumos da sua vida.

– Na mesma hora Deus tomou a boca do pastor em profecia e disse: “Meu filho, farei de ti um pastor”, e eu chorei muito, sem saber direito o que estava acontecendo, mas acreditando no que tinha ouvido. Chegando em casa, minha mãe estava esperando sentada na mesa. Eu entrei e ela logo disse: “E aí meu filho?”, e eu bati na mesa e disse: “Mãe aceitei a Jesus e Deus falou que vou ser Pastor”, ela quase caiu para trás, mas disse já saber daquilo – Conta Edivan.

Apesar da profecia e da alegria em ouvir uma palavra vinda diretamente de Deus, ele sabia que antes disso, teria que vencer seu maior problema, o vício. Foi quando resolveu fazer, na fé, um jejum de 90 dias, com muita oração e clamor a Deus em horários específicos do dia. Essa atitude corajosa lhe rendeu um troféu de vencedor.

– Foi assim que consegui me libertar de todos os vícios e pecados. Me batizei com 4 meses, comecei a ajudar a obra na igreja, limpar o chão, abrir e fechar a porta, levar água no púlpito, entre outros. Com um ano fui levado a auxiliar de trabalho, com dois anos eu fui ungido a diácono, foi com 2 anos na igreja que comecei a pregar e a testemunhar o que Deus tinha feito, foi nesse ano também que fui batizado com Espírito Santo orando em um monte – Testemunhou Edivan.

Publicidade

A partir dali, Edivan começou a viajar para outros estados a fim de pregar o evangelho em outras igrejas. Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo foram estados na qual ele ministrou. Ele então resolveu estudar teologia para expandir seu conhecimento sobre a Bíblia e Deus.

Da água para o vinho

O pastor então viu Deus mudar sua vida da água para o vinho. Se casou em 2012 com a Missionária Édma Graziele e tempos depois a igreja os enviou como casal de missionários para a cidade de Assunção, no Paraguai.

– Quando na semana que estávamos preparando para ir viajar para o Paraguai, um pastor de uma das congregações teve que mudar às pressas para o Paraná deixando a congregação sem Pastor, foi aí que durante uma aula de escola dominical que o pastor presidente chegou até mim e disse: “Daqui a pouco você chega em casa e conversa com sua esposa, porque hoje a noite vou te colocar como novo pastor da congregação”. Eu tomei um susto pois dormi presbitério e acordei pastor, foi quando cancelamos a viagem para o Paraguai e começamos a pastorear a congregação – Conta Edivan.

Hoje ele é pastor presidente do próprio ministério Assembleia de Deus Missão Resgate. Além disso, conseguiu sua filiação na convenção Geral CGADB.

Ele revela o segredo de como abandonar tudo de errado e viver uma vida em paz e cheio da Graça de Deus.

Publicidade

– Hoje tenho 12 anos que sirvo a esse Deus, 6 como pastor. O que tenho a dizer sobre Deus é que Ele pode fazer o impossível, porém, na vida daquele que quer – Disse.

– Conselho para quem está nessa vida: Aceite o chamado de Deus enquanto é tempo. Não olhe para as críticas e siga em frente – Completou ele alegando que sempre vai viver o que Deus tem para ele: pastoreando e pregando em muitas igrejas, levando a palavra e o testemunho de um grande sobrevivente.

Conheça o trabalho do pastor Edivan pelas redes sociais:  Clique aqui! Ou ligue no (28) 9 9974-5179 para ministrações e /ou palestras!

 

 

Leia também:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.