Conecte-se conosco

Donald Trump ora com centenas de pastores pelo fim do coronavírus

Publicado

em

Donald Trump ora com centenas de pastores pelo fim do coronavírus

Foto: EVAN VUCCI/AP Photo)

O presidente americano Donald Trump, o vice-presidente Mike Pence e o secretário Ben Carson conversaram com centenas de pastores em uma teleconferência na última sexta-feira (20). Trump pediu aos pastores que orassem por “resistência” e “saúde do nosso país”. Enquanto isso, o vice-presidente Pence elogiava os pastores pelo trabalho vital que as igrejas estão fazendo ao longo desta provação. “Você está colocando as mãos e os pés em sua fé”, disse o vice-presidente americano aos pastores. O secretário Ben Carson encorajou o grupo dizendo: “Deus ainda tem a mão nesta nação”.

A teleconferência foi organizada pelo Conselho de Pesquisa da Família e liderado por Tony Perkins e que durou cerca de uma hora. Houve uma discussão sobre maneiras pelas quais as igrejas podem se reunir de maneira criativa durante esse período, incluindo a realização de cultos de “drive-in”. Trump, Pence e Carson incentivaram as igrejas a cumprirem as diretrizes federais durante esse período crítico de 15 dias.

+Gustavo Bessa diz que quarentena é orientação de Deus contra o Covid-19

Publicidade

+Menina de 6 anos ensina versículo ao irmão com autismo em meio ao medo do coronavírus

+Marcos Mion fala sobre “Amar o Próximo” em tempos de coronavírus

Durante a ligação, Perkins orou pelo presidente, o pastor Carter Conlon, da Times Square Church, em Nova York, orou pelo vice-presidente Pence e Paula White orou pelo secretário Ben Carson. O áudio da chamada será enviado a 15.000 pastores em todo o país, como parte do ministério “Watchmen On The Wall” da FRC.

Publicidade

As observações do presidente Trump permaneceram fiéis ao que ele tem transmitido nos briefings diários sobre coronavírus. Ele se envolveu brevemente nas políticas eleitorais, dizendo-lhes que lembrassem que, embora o coronavírus esteja dominando todas as manchetes, haverá uma grande eleição que será: “uma das maiores datas da história da religião”.

O vice-presidente Pence disse aos pastores que ele era inspirado por muitas igrejas que cumpriam as diretrizes do governo federal e pediu aos pastores que enviassem as dicas de duas páginas da administração e a folha de conselhos a todos os membros de sua igreja. Ele ficou agradecido por muitas das igrejas que estão se mobilizando para administrar bancos de alimentos: “Está fazendo uma enorme diferença enorme”, disse Pence às pessoas que estavam ligando. “Você está mostrando a grandeza do caráter da América.”, disse ele.

Ele apreciou quantas igrejas estavam suspendendo os cultos com muita cautela e apreciou o sacrifício financeiro envolvido, considerando que eles conduzem suas operações com base no dízimo e nas ofertas.

Pence disse que faria sua parte para tentar incentivar os americanos a continuar dando, apesar de não estarem no serviço na manhã de domingo. “Ajudaremos a ecoar isso em nossos briefings”, disse Pence aos pastores. “Faremos um lembrete e encorajamento gentil para os americanos continuarem a apoiar esses ministérios, mesmo que não estejam nos bancos no domingo de manhã”. De fato, após o telefonema de sexta-feira, Pence fez exatamente isso no briefing diário de coronavírus de sábado.


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

 

Publicidade

Destaques do Mês