Conecte-se conosco

Ex-vocalista do Luxúria relata conversão a Cristo: “Jesus, meu grande amor”

Publicado

em

Meg Stock, do Luxúria, era uma das musas do rock alternativo nos anos 2000 – Foto: Reprodução/Instagram

Meg Stock, de 41 anos, nome artístico de Marjori Vieira Guarnieri, é uma cantora que alcançou o sucesso nacional nos anos 2000, como vocalista da banda Luxúria. Entre os sucessos da banda, estão três músicas que fizeram parte da trilha sonora de “Malhação”, da TV Globo. Marjori se converteu a Cristo e relata sua experiência quando O encontrou.

SUA CONVERSÃO

Marjori e seu esposo, Marthos Magno, se converteram há três anos. Ambos frequentam a Poiema Church, uma igreja evangélica em São José dos Campos, no interior do estado de São Paulo. Ao UOL, ela revelou que além de cantar músicas de louvor em cultos, ela também é uma “discipuladora” acompanhando pessoas no caminho da fé.

“Me converti em 2017. Os pais do Marthos são pastores, e eu já vinha construindo minha fé há um tempo. Não foi algo do nada”, conta.

Publicidade

Marjori possui quase 5 mil seguidores em sua conta no Instagram, e através dela compartilha, aos seus seguidores, mensagens de fé e os cultos em que ela ministra o louvor. Além disso, publica fotos do esposo e dos seus dois filhos, além de mais um filho, fruto de um relacionamento anterior.

Enquanto era cantora do Luxúria, a então Meg ganhou ênfase nacional, tendo por exemplo, indicada ao prêmio Multishow de banda revelação do ano de 2006. A banda também emplacou três grandes sucessos (“Ódio”, “Lama” e “Imperecível”), além de abrir três shows do Evanescence no Brasil.

Enquanto no Luxúria, ela cantava sobre raiva, decepções amorosas e rejeição; “Esse meu ódio é / o veneno que eu tomo querendo que o outro morra”, diz um trecho de uma música da banda.

Publicidade

NOVA VIDA

Ela conta uma visão que teve de Jesus, antes de se converter a Ele:

“Antes de me converter, tive um sonho com Jesus. Ele estava no topo de uma árvore. Me sentei ao seu lado (…) ele me mostrou a árvore de longe: era seca e começou a florescer”, conta.

“Hoje, ela escreve letras sobre a mudança em sua vida depois da conversão; “As coisas que ficaram para trás, não preciso mais / (…) Quando minha vida era escuridão / Teu gosto doce me constrangeu”, diz um trecho de “Tão Doce”, nova música de louvor de Marjori.

Marjori diz, em posts nas redes, que teve a juventude “roubada pelas drogas, por relacionamentos abusivos, depressão e compulsões”. Hoje, na igreja, crê que é uma pessoa renovada.

“Privilégio é ter sido encontrada por um Deus amoroso, sou imensamente grata por ter ganhado irmãos tão preciosos, pela oportunidade de devolver pro verdadeiro dono o dom que a mim foi confiado, por ter em meu coração o anseio de levar o evangelho a muitos através da música, por dar a Ele toda a glória! É tudo sobre você Jesus, meu grande amor!”, diz.

Hoje, Meg Stock (nome artístico de Marjori Freitas) tem uma vida dedicada a Deus, à família e à igreja – Foto: Arquivo Pessoal

Publicidade

VOLTA DE LUXÚRIA

A cantora revelou que seus ex-companheiros de banda propuseram a ela que voltasse a cantar no grupo, mas preferiu não voltar, e dar sua explicação sobre as músicas de Luxúria.

“Eu não acho que seja errado fazer música fora da igreja, mas não tenho mais afinidade com as letras. Meu estilo de vida é outro. Tenho muito amor por eles [ex-colegas de grupo]”, conta.

Segundo o UOL, sem perspectiva de ter Meg de volta aos vocais, o novo Luxúria escalou a cantora Thays Vega como cantora titular, e eles já gravaram vídeos —ainda inéditos— de cinco músicas, em versão acústica. Eles têm planos de voltar a compor e tocar depois da pandemia.

 

Destaques do Mês