Conecte-se conosco

Brasil

Governo de SP anuncia fase emergencial e igrejas não poderão funcionar

Publicado

em

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) – Foto: Reprodução

Dez dias após assinar um decreto que reconheceu as atividades religiosas no estado de São Paulo como serviço essencial na pandemia, o governador João Doria anunciou nesta quinta-feira (11/03), a interrupção dos serviços religiosos.

O governador anunciou que o estado entrará a partir de segunda-feira (15/03), na fase emergencial do Plano, que estabelece medidas mais restritivas do que a atual, a  Fase Vermelha.

Com isso, as igrejas terão as atividades presenciais interrompidas. Além disso, os campeonatos de futebol também ficarão suspensos. As restrições estão previstas para durarem até o último dia do mês (30/03), para tentar conter o avanço da pandemia de Covid-19.

Publicidade

O objetivo segundo o governo do estado é desacelerar o avanço da pandemia de covid-19 e evitar mais colapsos no sistema de saúde, que já tem várias unidades com 100% de ocupação dos leitos de UTI para a doença.

O governo paulista também estipulou um toque de recolher entre as 20h às 5h. Com isso, deve impedir a circulação de pessoas que não tenham um motivo emergencial, como saúde e trabalho, para estarem na rua.

 

Publicidade

Destaques do Mês