Conecte-se conosco

Mulher não acreditava no poder de Deus, até que foi tocada por Ele: “Hoje sou completa”

Publicado

em

A professora universitária Lilian Tellini mudou de ideia quando chegou ao fundo do poço – Imagem: Reprodução/YouTube

Desde criança, Lilian Tellini, uma professora universitária, conheceu o sofrimento no âmbito familiar. Quando tinha apenas um ano e meio, seus pais se separaram e as dificuldades financeiras surgiram.

Aos 13 anos, começou a trabalhar e, aos 15, já tinha assumido responsabilidades. “Eu me tornei mantenedora e responsável por todas as contas da casa”, disse.

Lilian não acreditava que Deus poderia transformar sua vida, para ela, o Altíssimo era um ser distante e que não ajudava ninguém.

Publicidade

“Eu não acreditava em Deus, no meu entendimento era eu aqui e Ele lá. Quando as pessoas falavam do Poder d’Ele, achava que era tudo mentira. Eu odiava quando falavam ‘Deus Te Ama’, ‘Deus tem um plano para a sua vida’. Eu me achava auto suficiente e não precisava de Deus”, comentou ela em uma entrevista ao portal Universal.org.

Mas com o passar dos anos, Lilian entendia que precisava de um companheiro. Começou a namorar, e, ela continuava sendo a ‘cabeça’ da casa e continuava triste por isso. Então resolveu se separar.

Depois da separação, Lilian conta que se envolveu com vários rapazes, além disso, usou vários tipos de drogas.

Publicidade

“Eu tinha um vazio gigantesco dentro de mim. Então eu saía de casa na sexta-feira para trabalhar, mas só voltava na segunda depois do trabalho. Ia em baladas, usava drogas como maconha, cocaína, ecstasy, bebidas, vários rapazes, e aquela vida promíscua. Eu achava que aquilo era o melhor e era assim que estava tentando preencher o vazio”, conta.

SOGRA ENTROU EM AÇÃO

Tempo depois, conheceu um rapaz em uma outra empresa em que começou a trabalhar. Um mês antes do casamento, ela descobriu que o noivo trocava mensagens com outra mulher, além disso, também descobriu que ele a traiu com a sua ex.

A professora conta que a partir daquele momento não teve forças para seguir em diante. Foi quando eles se mudaram para a casa da sogra.

“Ela já começou a falar da igreja. Aí eu falei, ‘poxa vida, não é o fundo do poço, você abriu uma gaveta no fundo do poço, um absurdo, né? Mas o que que eu posso fazer?’”, revelou.

Mas, anos mais tarde, já no fundo do poço, a persistência em oração da sua sogra fez com que Lilian mudasse de ideia.

“E ela persistiu, né? Lutou por mim, pelo filho dela. Até que um dia eu liguei pra ela e falei: ‘Você vai naquela igreja hoje?’ Aí ela, ‘Vou, vou sim’. Eu falei assim, ‘Então você me espera, porque eu vou com você’”, relembra.

Publicidade

Ela diz que naquele dia, o pastor pregou uma verdade dizendo que se caso a vida de alguém estava ruim era porque tomou várias atitudes erradas.

“Eu fiz as escolhas erradas. Ele falou: ‘Então, não se revolte com Deus, se revolte com você, se revolte com as suas escolhas’. E aí, passou um filme na minha cabeça. Eu falei: ‘Meu Deus, agora eu quero fazer a escolha certa’. Eu falei pra Deus: ‘Eu não quero mais olhar pra trás. Quero olhar pra frente, ir pra cima’. Então, toda vez que eu entro na igreja, eu olho pra cima e falo ‘Jesus Cristo é o Senhor’”, disse ela.

SE FIRMOU NOS CAMINHOS DO SENHOR

Segundo ela, depois daquele dia, tudo mudou, pois resolveu seguir os caminhos do Senhor Jesus.

“Eu percebi a necessidade de ter o Espírito Santo. Eu não conseguiria fazer nada que eu queria sem ter o Espírito Santo. E Deus falou falou para mim: ‘Eu sou o pai que você nunca teve. Eu sou tudo que você precisa. Você agora vai ter a minha presença. Você será completa’”, disse ela.

“Hoje eu sou professora universitária, corretora de imóvel e sou empreendedora. Eu tenho um amigo, o meu melhor amigo, o meu esposo, eu não preciso de amiga, ele não precisa de amigo. Nós somos unidos, a gente tem um casamento feliz, que serve de exemplo. Então, hoje, eu posso dizer que eu sou plena’, testemunho ela e terminou: “Hoje sou muito completa”.

 

Publicidade

De Belo Horizonte para o mundo. Editor do Gospel Minas. Contato: (31) 99583-5239 - [email protected]

Destaques do Mês