Conecte-se conosco

Mundo

OMS declara pandemia de Covid-19. Na Alemanha, 70% da população poderá ser infectada

Publicado

em

OMS declara pandemia de coronavírus

Foto: Fabrice COFFRINI / AFP

A OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou pandemia de coronavírus nesta quarta-feira (11). Segundo o órgão, os números de casos confirmados e de óbitos do Covid-19 deverão aumentar nas próximas semanas, além do número de países.

Publicidade

“Pandemia não é uma palavra para ser usada de maneira leviana ou descuidada. É uma palavra que, se mal utilizada, pode causar medo irracional ou aceitação injustificada de que a luta acabou, levando a sofrimento e morte desnecessários”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS. 

Segundo o órgão, já são mais de 118 mil casos confirmados da doença em todo o mundo, o vírus está circulando em 114 países e 4.291 pessoas morreram em decorrência da doença que causa em uma pessoa: coriza, tosse, dor de garganta e febre.

Publicidade

Pandemia é quando uma doença infecciosa ameaça muitas pessoas de forma simultânea no redor do planeta inteiro. Gripe Suína e a AIDS são exemplos de doenças que já chegaram a este patamar estão.

“Essa é uma crise que vai afetar todos os setores” – Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral na sede do órgão na Suíça.

 

Publicidade

ALEMANHA

 

Angela Merkel, chanceler da Alemanha, disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira (11) que o Covid-19 infectará entre 60% a 70% da população alemã. Juntamente com autoridades alemãs, Merkel disse que neste momento é importante não sobrecarregar o sistema de saúde da Alemanha.

Até o momento, a Alemanha confirmou mais de 1.6 mil casos de coronavírus e três óbitos. Angela Merkel pediu que os países unam forças e apoiem centros de pesquisas.

“Estamos em uma situação em que não sabemos muitas coisas, e o que não sabemos, precisamos levar a sério”, disse Merkel.

 

Publicidade

Destaques do Mês