Pastor com Covid-19 relata experiência com Deus na UTI: “Ele segurou minha mão”

McClurg desenvolveu sintomas do novo coronavírus em casa duas semanas atrás, depois de ter dificuldade em respirar.

Foto: Reprodução/Belfast Telegraph

O pastor Mark McClurg, da Newtownards Elim Church na Irlanda do Norte, ganhou alta após ficar internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital para tratar de Covid-19. Ele contou em uma entrevista, como Deus lhe ajudou na recuperação.

McClurg desenvolveu sintomas em casa duas semanas atrás, depois de ter dificuldade de respirar, ainda sem ter tosse. Ele conta como foi os primeiros momentos ao desenvolver o sintoma.

“Subi e minha esposa estava colocando as crianças na cama e eu disse para Claire: ‘Não consigo respirar.’”, lembra. ““Entrei em contato com uma das minhas enfermeiras da comunidade e contei a ela sobre meus sintomas; ela me disse para ir à A&E. Fui levado para triagem e eles pegaram meus sinais vitais e viram que meu oxigênio estava baixo. Minha temperatura estava acima de 38º e estava crescendo. Fui testado com swab e o primeiro teste voltou negativo.”, conta.

Ele descreveu os sintomas do vírus: “como tentar respirar debaixo d’água, é como se você estivesse ofegante”.

“No sábado, eu não tinha mais energia. O médico teve que colocar um tubo para me sedar. Eu não sentia que tinha capacidade pulmonar para respirar. É como se você estivesse correndo uma maratona, está sem fôlego e está exausto.”, disse ele dizendo que ligou para a esposa imediatamente: “Claire, acho que vou morrer aqui. O coronavírus consome seus pulmões e suga a minha vida.”, disse McClurg.

“Toda vez que você vê alguém morrendo de coronavírus, está morrendo sozinho. Eles não têm ninguém, é de partir o coração. Ninguém está segurando sua mão ou se despedindo. É cruel. Isso apenas quebra você.”, disse.

Claire, esposa do Sr. McClurg, descreveu o “pesadelo” que sua família havia passado. Ela lembrou o momento em que os médicos disseram que ele teria que ser colocado em um ventilador e perderia a consciência como resultado da intervenção para salvar sua vida.

“Realmente chegou em casa e fiquei com muito medo”, disse McClure ao programa Talkback da BBC. E eu disse: ‘Ele vai ficar bem, não é?’ Tudo o que o médico pôde dizer foi: ‘Faremos o nosso melhor.’”, lembra McClurg.

 

USOU A FÉ PARA SE LIVRAR DA DOENÇA

O pastor contou que a partir daquele momento ele só pensou em Deus e orou pela cura da doença.

“E eu sabia que era tudo o que ela podia dizer, mas essas não eram as palavras que eu queria ouvir, então me ajoelhei e orei.”, disse. As enfermeiras estavam dizendo: ‘Mark, respire, respire profundamente’. Eles disseram a Claire (sua esposa) que eram más notícias e tudo o que eu pude fazer da minha cama doente foi dizer ‘Deus me ajude’. Minha mão direita estava do lado do meu corpo. Eu senti o Senhor entrar naquela sala, e ele segurou minha mão. Eu nunca tive experiências assim antes, mas fui trazido de volta das profundezas da morte. Jesus nunca me deixou nem me abandonou.”, disse.

Ele enfatizou a importância de aderir às medidas de distanciamento social.

“Precisamos transmitir uma mensagem”, disse ele. “Se você acabar na UTI com coronavírus, terá dificuldade em respirar. Eu não deveria estar aqui. Vi os rostos das enfermeiras e médicos na UTI. Eles chegaram a um acordo com o fato de que, em algum momento, receberiam coronavírus. As pessoas que entram na UTI estão morrendo agora. Se não mantivermos um metro e meio, vamos acabar com um metro e meio.”, disse o pastor.

A história do pastor Mark já foi ouvida em todo o mundo. Seus vídeos de mídia social foram compartilhados em sua cama de hospital e receberam milhões de visualizações. Ele acredita que Deus o curou da enfermidade.

“Pensei em José e em sua vida, em como José foi tirado de uma cova, e como ele saiu do nada para alguma coisa. José no Egito estava em um momento de fome, mas também de medo – as pessoas tinham medo de suas vidas, mas ele trouxe uma mensagem de esperança. Então eu orei naquele dia: ‘Senhor, você me faria, uma voz de esperança, no Reino Unido. Eu nunca fiz uma oração como essa antes. Alguns dias, todos sabiam o que aconteceu com minha vida, simplesmente porque o Senhor quer que os cristãos espalhem esperança, as boas novas e o evangelho de que Jesus Cristo, que é a resposta e o caminho”, disse ele.

McClurg recebeu alta do hospital, mas fica com um amigo, pois ele deve se auto-isolar por mais sete dias. O casal também quer proteger seus três filhos pequenos da exposição ao vírus.

Foto: Arquivo Pessoal


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.