Conecte-se conosco

Menina de 9 anos que perdeu braços e pernas em acidente inspira com sua fé

Publicado

em

Rosalie hoje sem seus membros, mas um milagre para os outros – Foto: Reprodução

Rosalie é a filha mais velha do casal Benjamin e Eileen Parker que tem mais dois filhos, Micah e Charlotte. O pai de Rosalie diz que: “No dia em que nasceu, ela decidiu vir e desde então tem uma personalidade forte e um espírito forte”. Em seguida, completou dizendo: “Ela definitivamente gosta das coisas do jeito dela.” Além disso, sua mãe Eileen fala que a menina parece uma “mini-mãe”. Pois ela gosta de cuidar dos seus irmãos mais novos.

Publicidade

Mas em 2019, a família nunca pensou que suas vidas seriam transformadas por um fato tão trágico. De modo preciso no dia 04 de dezembro. A princípio era um dia comum. Benjamin e sua filha mais velha de 9 anos estavam voltando para casa quando sofreram um acidente. Pois um outro veículo colidiu em seu carro. “Eu estava entrando na garagem e não vi um carro se aproximando e fomos presos na frente de nossa casa”, lembra o pai.

Publicidade

Benjamin teve apenas ferimentos leves. Mas sua filha teve uma costela fraturada e seu fígado foi dilacerado. Então os médicos a levaram para o Centro Médico Regional do Leste de Idaho. “Tudo que me lembro depois do acidente de carro é que eles tiveram que me pegar e me colocar nesta pequena cama e, em seguida, me colocaram na ambulância”; diz a menina.

Os médicos disseram que os ferimentos da menina seriam curados de modo completo. Assim poderiam voltar para casa entre 2 a 3 dias. “Eles nos disseram que só precisavam cuidar dela por alguns dias e então estaríamos prontos para ir”, diz a mãe da menina. Porém, Rosalie começou a ter febre, o que preocupou os médicos. Então, o que não era esperado aconteceu.

Publicidade

Código Azul

“Estávamos lá embaixo (no hospital) porque alguns amigos vieram me visitar. Ouvimos no interfone um código azul e disseram o número do quarto dela”, diz Benjamin. “Corremos para o elevador e alguém estava lá. Eu disse: ‘Esta é uma emergência. Nossa filha está morrendo'”.

Ao chegar no quarto dela, o casal viu muitos médicos e funcionários que tentavam reanimar sua filha. Ambos estavam em pânico, mas oraram a Deus para que sua menina ficasse bem. E assim, para felicidade de todos, ela voltou à vida. Então no mesmo momento os funcionários do hospital decidiram levá-la ao Hospital Infantil da Primária em Salt Lake City.

“Assim que chegamos lá, eles imediatamente começaram a trabalhar nela e ela codificou uma segunda vez. Foi quando liguei para Ben e disse que eles não tinham certeza se ela sobreviveria à noite e ele precisava subir lá”, conta Eileen.
De fato, os médicos descobriram que a bactéria Streptococcus do grupo A se formou no sangue de Rosalie e se espalhou por seu corpo, causando a obstrução de seus órgãos.

Mantendo a fé em Deus e confiando em Seu poder

“Eles basicamente disseram que ela não vai sobreviver, mas se ela fizer isso, você ficará em diálise por anos. Ela não terá nenhuma função cerebral. Os rins dela vão parar e você nem sabe que tipo de vida ela vai ter”, Eileen contou o que os médicos disseram.

Publicidade

Um tempo depois, os médicos perguntaram à família o que deveriam fazer se o coração de Rosalie parasse de bater. Eles deveriam tentar ressuscitar ou deixá-la partir?

“Nós nos reunimos e dissemos que não havia como tomar essa decisão. Vamos confiar em nosso Pai Celestial. Está em Suas mãos e colocamos toda a nossa fé no Senhor”, afirmou Benjamin.

Um mês depois, os médicos informaram à família Parker que as mãos e pés de Rosalie teriam que ser cortados; para que pudessem salvar sua vida. Eles não tinham outra escolha, então concordaram e ela começou a melhorar. Meses depois, a menina de apenas 9 anos finalmente deixou o hospital recuperada da infecção.

Rosalie fez fisioterapia e aprendeu a usar seus braços e pernas para escrever, comer, nadar, descer as escadas e muito mais. A família pensou que suas vidas se tornariam triste por causa da perda dos membros de sua filha mais velha. Mas hoje, sabem que Deus tem um propósito na vida de Rosalie. Por isso, agradecemos ao Senhor por resolver as coisas para o bem.

 

 

Publicidade

Leia também:

Destaques do Mês