Conecte-se conosco

Colunistas

O culto no Lar

Publicado

em

O culto no Lar

Foto: Reprodução

Em tempos como os que estamos vivendo atualmente, de pandemia epidemiológica causada pelo CoronaVírus – Covid-19, a grande maioria das igrejas, tem cancelado os seus cultos presenciais, preferindo a transmissão online das reuniões. Tal atitude, antes mesmo de qualquer determinação governamental, foi motivada pela responsabilidade social da igreja frente ao mundo em que vivemos. Trata-se de uma crise global.

Publicidade

Fechar o culto público é o reconhecimento das autoridades eclesiásticas de que o coronavírus representa uma ameaça real à saúde pública em nosso país, e como cidadãos, precisamos colaborar com as medidas governamentais no intuito de cessar o risco e a pandemia. Os cristãos podem e devem cooperar em participação com a sociedade. Somos um só corpo, e se, como igreja, não cuidarmos uns dos outros, nunca entenderemos o que, de fato, é ser igreja.

+Quem, de fato, é Jesus?

Publicidade

Isto posto, diante do cancelamento dos cultos públicos nas igrejas, muitos cristãos andam com o coração esmorecido diante das incertezas e inseguranças. Mais do que nunca é necessário lembrar que o culto não pode ser restrito às quatro paredes do templo. Perdemos um hábito precioso e que precisa ser retomado, o culto doméstico. Mas a pergunta que muitos tem feito é: como fazer um culto na minha casa com a minha família? Essa pergunta é assustadora, pois demonstra o quanto terceirizamos nosso relacionamento com Deus, pautado apenas nos encontros na igreja.

A maioria de nós não tem o hábito de reunir nossa família na mesa, tomar a posição de sacerdote (a), e conduzir um culto doméstico. Isso acontece, pois estamos acostumados a ir para a igreja, e não entendemos que precisamos ser igreja. Preocupamo-nos com o álcool em gel, com a pandemia, com os alimentos, com a política – não que isso não seja importante – mas nos esquecemos de como é oferecer a Deus um culto, fora dos limites geográficos da igreja.

Neste momento de crise, onde muitos foram levados pelo medo, Deus quer nos lembrar do nosso relacionamento íntimo com Ele. Ser cristão é muito mais do que ir a igreja, frequentar cultos e participar de eventos gospel. A cristandade se revela justamente nos momentos de crise e pânico, onde todos, independentes de placa de denominação, entendem seu sacerdócio universal e participam, em uma só voz, do clamor para que Cristo conduza esse mundo através dessa tempestade. Hoje eu te faço um convite, reúna sua família, orem juntos, leiam a bíblia juntos, entoam cânticos ao Senhor juntos, e vivam o que é ser igreja de verdade. E rogo para que Deus nos ajude nestes tempos de dificuldade.

Publicidade

O culto no Lar

Isaías Fernandes é natural de Belo Horizonte/MG e é casado com Núbia Mariele, pastor da Igreja Batista da Lagoinha em BH e advogado. Tem formação em Teologia e Direito. Isaías também é apaixonado por leitura e livros. Você pode acompanhá-lo pelo Instagram: @idfernandeslucas.

 

Isaías Fernandes é natural de Belo Horizonte/MG. É casado com Núbia Mariele, pastor da Igreja Batista da Lagoinha em BH, advogado. Tem formação em Teologia e Direito. Isaías também é apaixonado por leitura e livros.

Destaques do Mês