Conecte-se conosco

Brasil

Petrobras cai mais de 20% com a crise mundial do petróleo

Publicado

em

Petrobras desaba mais de 20% no Ibovespa com nova crise do petróleo

Petrobras: (Sergio Moraes/Reuters/Reuters)

Nesta segunda-feira (09), abriram o pregão em forte queda, as ações da Petrobrás. Os papéis preferenciais estão sendo negociados em R$ 17,70, e R$ 18,55, uma queda de 22,47% e 22,90% respectivamente. A empresa lidera as perdas do Ibovespa nesta manhã e perdeu R$ 74,7 bilhões em valor de mercado passando de um valor de R$ 307 bilhões no pregão de sexta-feira para R$ 232 bilhões às 10h31 desta segunda-feira.

Fora do Brasil, as ADRs (recibos de ações) da companhia despencaram em 16% na Bolsa de Nova York nos EUA. As ações da Petrorio, BR Distribuidora e Cosan também caíam 36,51%, 14,92 e 14,52% respectivamente. Os desempenhos dessas companhias, além da Petrobrás se deve a queda de mais de 30% no preço do barril de petróleo na noite deste domingo (08).

Na última sexta-feira (06), os preços já haviam caído 9,3% aos US$45,4/barril, após Arábia Saudita e Rússia não conseguirem chegar a um acordo para a realização de cortes adicionais de produção para mitigar os impactos do coronavírus sobre a demanda de petróleo.

Publicidade

Em nota a Petrobras afirmou que ainda é cedo mensurar o impacto no mercado de óleo e gás em meio às diversas variações nos preços nesta segunda-feira.

“A Petrobras monitora o mercado e segue com seu plano estratégico que prepara a companhia para atuar com resiliência em cenários de preços baixos. A Petrobras avalia que ainda é prematuro fazer projeções sobre eventuais impactos estruturais no mercado de óleo e gás associado à recente e abrupta variação nos preços do petróleo dado que ainda não está claro nem a intensidade ou mesmo a persistência do choque nos preços.”, disse a Petrobras em nota nesta segunda-feira (09).

 

Publicidade

Destaques do Mês