Após perder mãe por Covid-19, ator lança documentário sobre como conheceu Jesus

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário à sua mãe que morreu em 15 de abril, após contrair a Covid-19

TC Stallings – Foto: Reprodução/Facebook

O ex-atleta e agora ator TC Stallings acabou de lançar seu documentário que conta a história da sua vida como ex-jogador de futebol e que veio se tornar ator cristão nos EUA. Aos 42 anos, TC Stallings lançou o filme onde dá seu testemunho de vida e de como conheceu o Senhor.

– Eu e minha esposa brincamos sobre isso, porque chamamos de documentário-testemunho. Acho que podemos ter inventado essa palavra. É um documentário sobre meu testemunho sobre como eu conheci o Senhor. Isso aconteceu no momento em que eu estava na faculdade jogando futebol universitário, no meu segundo ano. A história foi muito inspiradora e eu queria ter certeza de que as pessoas soubessem disso, principalmente atletas – Disse ele.

 

Leia Mais:

+Bolsonaro recebe visão de pastora cega e se emociona

+Cobras voadoras encontradas na Ásia intrigam cientistas

+Mulher escapa milagrosamente, após queda de poste: “Mão de Deus”

 

Nascido em um bairro pobre de Clevelândia, cidade de Ohio no EUA, o ator lembra que mesmo em situação de pobreza e morando em um bairro difícil da cidade, ele conseguiu grandes feitos na vida que, segundo ele, foram conquistados Graças à misericórdia de Deus.

– Para mim, quando criança, eu nem sabia exatamente tudo o que sei agora. Mas essa é a outra grande coisa da misericórdia de Deus, Sua graça, porque aqui estou eu, quando criança, vivendo em um bairro difícil, vivendo em situação de pobreza, vivendo em gangues, não tinha meu pai, todos os ingredientes para onde você tenha sucesso na vida. Mas Deus tinha um plano naquele momento. Então Ele tem um plano, independentemente do que está acontecendo em nosso mundo – Testemunhou o ator.

 

Dedicou filme à mãe

O filme vem após TC Stallings perder sua mãe e avó neste ano. Ele dedicou o documentário principalmente à sua mãe que morreu em 15 de abril, após contrair a Covid-19. Apesar das perdas, ele sente que sua jornada na Terra ainda não terminou, porque há integrantes da família dele que ainda não conhecem Jesus, e ele quer lutar por isso.

– Em 15 de abril, minha mãe morreu de COVID-19. Então, quatro semanas depois, minha avó morreu. Tudo isso está acontecendo e eu orei: ‘Senhor, isso é realmente doloroso, mas eu tenho vários irmãos. Alguns deles não conhecem o Senhor, outros sabem. Eu tenho uma responsabilidade por eles’. O Espírito Santo literalmente me sustentou para que eu pudesse permanecer forte e fazer o que eu precisava. Não é força do CT, endireita o Espírito Santo. E foi durante esse momento que me inclinei para esse projeto e o concluí -Disse TC Stallings.

– A única outra coisa que gostaria de acrescentar é que muitas pessoas precisam entender que é por isso que precisamos continuar lendo as Escrituras, que você precisa olhar para as Escrituras e ver que isso não deveria nos chocar ao saber que isso está acontecendo. Enquanto todo mundo está correndo por aí, tentando encontrar soluções para impedir. Temos que operar dentro dela, tirar aqueles que querem ir a Jesus e ser puxados para fora. Mas o resto vai acontecer. Na verdade, é um sinal de que Jesus está a caminho. Então, eu estou apenas usando as Escrituras para navegar por tudo isso e continuarei a fazê-lo, e nasceu daí a documentação e qualquer outra coisa que o Senhor queira que eu faça – Continuou ele.

Sobre o Documentário

O novo filme de TC é um documentário da sua história de vida intitulado “24 Contadores: a história por trás da corrida”. O filme mostra a vida do ex-jogador de futebol crescendo em um bairro perigoso e de baixa renda. O documentário vai permitir também que os espectadores vejam o impacto que a educação teve em sua vida e como isso alimentou sua carreira. O filme está disponível nas plataformas digitais pelo site TCstallings.

Assista o trailer:

 


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.