Conecte-se conosco

Mundo

Dólar bate R$ 5,00 pela 1ª vez na história do país

Publicado

em

Dólar bate R$ 5,00 pela 1ª vez na história do país

O dólar bateu novo recorde nesta quinta-feira (12). A moeda começou em disparada valendo R$ 5,00. É a primeira vez na história do Brasil que a moeda americana chega a este valor. O aumento se deve em conta de mais um dia turbulento no mercado internacional e também após a Organização Mundial da Saúde (OMS) ao classificar nesta quarta-feira (11) como pandemia o surto do novo coronavírus.

Publicidade

Na manhã desta quinta-feira (12), às 9h32, o dólar subia 4,42%, indo a R$ 4,9300. A máxima registrada nesta quinta foi de R$ 5,0277 nova máxima nominal (sem considerar a inflação). Com o novo valor, a moeda norte-americana avançou 23% desde 1º de Janeiro desta ano.

Nesta quarta-feira, o dólar encerrou o dia vendido a R$ 4,7215, uma alta de 1,65 com relação a terça-feira (10). Na semana, a moeda acumulou 1,88 esta quarta-feira (11). Já na parcial do mês de março, o dólar já acumula um aumento de 5,37%.

Publicidade

+Coronavírus (COVID-19): Causas, sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção

+Regina Duarte diz que dinheiro não será usado em filmes para agradar minorias

+Alexandre Garcia: “O Ronaldinho é gaúcho ou paraguaio”

Publicidade

 

SUSPENSÃO DE VOOS EUROPEUS

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, determinou a suspensão por 30 dias, dos voos vindos da Europa para os EUA. As restrições, tomadas em função da pandemia do novo coronavírus. A suspensão já vale a partir de sexta-feira (13), entretanto, o Reino Unido fica de fora da suspensão.

“A União Europeia falhou em tomar as mesmas precauções [que os EUA] e em restringir voos da China e outros países”, criticou Trump.

“Decidi tomar medidas duras, mas necessárias, para proteger a saúde e o bem-estar de todos os norte-americanos e evitar que novos casos entrem em nosso território. Vamos suspender todos os voos da Europa para os EUA pelos próximos 30 dias”, disse o presidente.

Publicidade

 

Destaques do Mês