Mãe de menino de 2 anos que foi morto em ES, diz: “Meu filho não morreu, ele está descansando no Senhor”

De acordo com a PM, Matheus Rodrigues de Almeida foi baleado quando dois homens discutiam por causa de um chapéu. O menino, infelizmente não resistiu e faleceu

Os pais como o pequeno Matheus, que foi vítima de bala perdida em São Gabriel da Palha – Foto: Arquivo Pessoal

Um dia depois da morte do pequeno Matheus Rodrigues de Almeida, a mãe deu entrevista ao Portal A Gazeta e relatou os momentos de oração que teve enquanto a criança era transferida para o hospital.

Dinâmica do crime: Os moradores acionaram os policiais militares, enquanto duas pessoas estavam discutindo num bar por causa de um chapéu. As testemunhas contam que uma das pessoas tinha pego um chapéu emprestado do outro e não o devolveu. Então o dono do chapéu foi cobrar o valor do item. Mas a outra parte envolvida não aceitou. Logo, o suspeito retornou ao local armado e atirou. E um desses tiros acertou o menino de 2 anos, Matheus, que estava no quintal de casa. A bala acertou a nuca da criança e se alojou na cabeça.

Levaram Matheus para um hospital de São Gabriel da Palha, noroeste do Espírito Santo. Ele precisou de uma transferência para Vitória. Mas não resistiu e morreu ao caminho do hospital.

“Meu filho era maravilhoso, feliz, alegre, elétrico e sorridente. O Matheus era toda uma bênção que Deus me deu. Era tudo que eu pedi pra Deus. A gente tá abalado, a perda de um filho é uma dor muito grande. Meu pequenininho estava virando um rapazinho”, disse a mãe, Lucineide Rodrigues.

A mãe lembrou ainda dos momentos de oração durante a transferência do garoto. “A minha fé é muito grande. Todo tempo a gente orou e colocou a vida do meu filho nas mãos de Deus. E, mesmo ele tendo morrido, não quero dizer que é culpa de Deus. Meu Deus é amor, e faz tudo no momento dEle”.

Lucineide revela que ela e o marido estão esperando o segundo filho. Mas não detalhou de quantos meses. Ela afirma: “Só peço a Deus que conforte os nossos corações. A minha esperança está no Senhor. Meu filho não morreu, ele está descansando no Senhor. A minha fé e esperança é essa. Isso é o que passa no meu coração agora”.

Afinal, a morte de Matheus causou comoção no município.

 

 


Leia também:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.