“Na igreja não pode tudo, mas pode todo mundo”, declara Pastor Felippe Valadão

Em um culto na Igreja Batista da Lagoinha, em Niterói, o pastor defendeu que a Igreja do Senhor é para todos "que estais cansados e sobrecarregados"

Pastor Felippe Valadão – Foto: Lagoinha

O pastor Felippe Valadão se manifestou na noite deste domingo (13), sobre a polêmica envolvendo seu cunhado, o pastor André Valadão, que em suas redes sociais disse que igreja não seria lugar para gays. Em um culto na Igreja Batista da Lagoinha, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, Felippe afirmou saber que muita gente estava magoada com a igreja e tentou acalmar as pessoas sobre o assunto.

+ Bolsonaro veta parte do perdão a dívidas tributárias de igrejas

Ele afirmou que a “religião deturpa as coisas” e que “o homem tenta agradar a Deus e erra”.

– Tenho certeza que essa palavra de hoje vai curar muita gente que esta magoada com a igreja hoje. Estou muito tranquilo e tenho muita coisa boa para te contar. Sou pregador de boas notícias. Jesus não vai derramar sangue para você receber perdão de Deus. O sangue já foi derramado. Infelizmente, a religião deturpa as coisas, os dogmas são confusos, como homem a gente tenta agradar a Deus e erra. Pediremos perdão pelos nossos pecados. Deus é perfeito e maravilhoso – Disse Felippe no início de sua pregação.

+ Vice-presidente do Gideões pede orações após apresentar sintomas da Covid: “Passando pelo vale, mas Deus dará vitória”

– O evangelho é para todos. Jesus veio para todos. Todo aquele que crê pode desfrutar do amor de Jesus e ter a vida eterna. Como temos a mentalidade tão antiga de colocar pecados na balança? O único pecado que afasta Deus de você é a incredulidade – Disse Valadão.

Durante o culto, o pastor falou que amor de Deus é para todos e que o único pecado que afasta Deus do homem é a falta de fé.

– Eu respeito todas as igrejas e denominações do Brasil. Não existe nada que Deus tenha amado mais que pessoa. Porque Deus amou o mundo, deu filho unigênito, para que ele não sofra, mas tenha a vida eterna. Deus amou o mundo e deu Jesus. Mesmo que ninguém o quisesse, ele deu. O pré-requisito da doação não foi aceitação, foi amor – Disse o líder evangélico.

+ Dez artistas que estiveram na Estância Paraíso, retiro espiritual famoso em MG

– O amor é para todos. O evangelho é para todos. Jesus veio para todos. Todo aquele que crê pode desfrutar do amor de Jesus e ter a vida eterna. Como temos a mentalidade tão antiga de colocar pecados na balança? O único pecado que afasta Deus de você é a incredulidade – Afirmou Felippe.

Valadão completou dizendo que a Igreja de Deus está preparada para receber qualquer pessoa.

– O supermercado pode tudo? Você pode subir dentro do carrinho? Você pode ir embora sem pagar? Então o seu mercado não pode tudo, mas pode todos. O restaurante pode tudo, você pode comer em cima da mesa? Você pode comer com a mão? No clube pode tudo? Eu posso ir pelado no clube? No clube pode tudo? Não, mas pode todos. Então deixa eu dizer uma coisa, se no supermercado não pode tudo, mas pode todos, no restaurante não pode tudo, mas pode todos, no clube não pode mas pode todos, eu vim aqui para responder, na igreja não pode tudo, mas pode todo mundo. Não pode tudo, mas pode todos. Vinde a mim, todos que estais cansados e sobrecarregados e Eu aliviarei – Pregou o pastor Felippe.

+ “Se afaste de gente que se alimenta da sua dor”, diz Felippe Valadão no VillaMix

“Está na hora da igreja se levantar”

Ainda durante sua pregação, segundo o religioso, os movimentos políticos e sociais sempre são os primeiros a se manifestarem contra algum fato na sociedade em favor das minorias e depois os descartam. Valadão então sugeriu que a Igreja do Senhor passe a ajudar essas mesmas pessoas. Felippe lembrou que Jesus Cristo foi um exemplo claro, pois Ele valorizou, levantou, e resgatou as mulheres, oprimidos e os rejeitados.

– Por quê quando existe o racismo, nós não somos o primeiro a nos levantar contra? Por que que nós ficamos calados e deixamos que movimentos políticos sociais se levantem a favor deles. Nós sabemos que eles apenas usam as minorias, usam as pessoas, usam os pretos, usam os LGBTs, usam as mulheres, usam as pessoas e descartam as pessoas. A minha pergunta é, e por que então que a gente não se levanta pra ajudar essas pessoas? Por que que não somos nós os primeiros? Por que que não somos nós que nos levantamos? – Questionou ele.

– Sabe por que que eles estão usando essas plataformas para pisar e usar as pessoas para aquilo que eles se limpar aquilo que lhes interessa? Sabe por quê? Porque a igreja deixou, porque nós permitimos, eu declaro em nome de Jesus, esse tempo de escravidão acabou, a igreja vai se levantar, é hora do povo de Deus se levantar – Disse ele.

E completou:

– Nós nos levantaremos com contra o racismo. Nós seremos a resposta contra homofobia. Nós queremos respostas contra a violência contra a mulher. Nós seremos a resposta contra a pobreza. ‘Pastor, mas geralmente quem fala quem defende essas coisas são os comunistas, os esquerdistas, são os partidos marxistas’, porque eu e você deixamos. Isso não é pauta de Lula, isso não é pauta de Bolsonaro, isso é o reino de Deus invadindo os lugares, entrando em todas as esferas, está na hora da igreja se levantar e dizer, ‘peraí que nós vamos nos levantar’ – Finalizou Valadão.

Assista abaixo:

 


Receba as notícias do Gospel Minas no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp: bit.ly/2R9Ign9

Telegram: bit.ly/2CNJQY7

Siga o Gospel Minas no Google News


COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.