Todos Pela Quesia: Juninho Black pede justiça após irmã sofrer agressões do esposo

Ele revelou que sua irmã vem sofrendo, além de agressões físicas, tortura psicológica, abuso emocional e coação

Quesia Feital é irmã do cantor gospel Juninho Black – Foto: Reprodução

O cantor Juninho Black, ex-integrante da Banda Preto no Branco, usou as redes sociais na noite de domingo (22/11), para pedir por justiça. O músico revelou que sua irmã, a também cantora gospel, Quesia Feital, foi agredida pelo próprio esposo em um shopping da capital carioca. Juninho disse que resolveu trazer o caso a público, porque segundo ele, o cunhado é reincidente e teme que a irmã sofra algo pior.

Publicidade

– Minha irmã de sangue Quesia Feital foi agredida em anteontem no Américas Shopping Recreio RJ anteontem na frente de todos. O agressor é o atual marido dela, Bruno Feital, que vem a agredindo há mais de um ano – Relatou o cantor em uma publicação feita nas redes sociais.

Segundo o cantor, não é a primeira vez que Quesia sofreu agressões. Ele revelou que sua irmã vem sofrendo, além de agressões físicas, agressões psicológicas e coação. De acordo com ele, foram várias chances dadas ao agressor, porém, Bruno continuou agredindo a esposa.

Publicidade

– Minha irmã vem sofrendo tortura psicológica, abuso emocional, agressões físicas e coação. Resolvi trazer a público o caso agora depois de perdoar várias vezes ele a agrediu dessa vez em público e repercutiu – Disse ele.

Juninho então resolveu usar as redes sociais para que seus seguidores pudessem entrar em uma campanha pedindo justiça e em defesa da irmã, isso porque, Bruno ainda não foi preso pelas autoridades e teme que ele possa fazer algo mais grave com Quesia, principalmente assassiná-la.

– Família, não quero que minha irmã caia nas estatísticas de feminicídio. Tenho outros vídeos de agressões em local público e as autoridades ainda não colocaram esse animal na cadeia. A gente só acredita quando acontece dentro da nossa família e infelizmente dessa vez está acontecendo com minha irmã. Autoridades responsáveis, aqui fica o apelo para que esse covarde pague pelo que vem fazendo com minha irmã e todo transtorno que está trazendo a minha família. Ele tem que estar atrás das grades – Escreveu Juninho.

Publicidade

O cantor pediu ajuda dos seus seguidores para divulgar o caso. A tag #todospelaquesia e #justicapelaquesia foram levantadas para que o vídeo da agressão, publicado pelo cantor, chegue até as autoridades policiais. Confira o vídeo da agressão logo abaixo:

Atualização em 24/11

Nesta terça-feira (24), o cantor Juninho afirmou que sua irmã está sobre medida protetiva. Além disso, disse que Bruno está foragido e a polícia tenta localizá-lo.

– Ela foi foi localizada e escoltada para um local seguro. Infelizmente, com a chegada da polícia, o agressor fugiu. Até o momento, não foi encontrado. Minha irmã está está sobre medida protetiva vigente. Obrigado por tudo família. Continuo contando com o apoio de todos vocês em protesto pacífico e até que tudo seja definitivamente resolvido. Sigo, crendo na justiça de Deus e também dos homens.

Juninho afirmou que três advogados, sendo do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília estão trabalhando no caso, junto com a polícia do Rio de Janeiro. Após a repercussão do caso, Quesia adotou um novo nome nas redes sociais, ela trocou o Feital por Freitas.

Quesia Freitas ainda não se manifestou sobre as agressões que sofreu, mas concedeu uma entrevista a Record TV na manhã desta terça, que deverá ir ao no final do dia.

Publicidade

 

 

Procuramos Bruno através do seu perfil no Instagram, e até o fechamento desta matéria, ele ainda não havia respondido. Além disso, aguardamos um parecer da Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro sobre o caso.

Leia também:

Publicidade

 


Receba as notícias do Gospel Minas diretamente no seu aplicativo de mensagens favorito:
WhatsAppTelegramViberLine
Siga o Gospel Minas no Google News!


 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.