Relembre o testemunho da cantora Fabiana Anastácio: “O convite de satanás”

O testemunho da artista mostra que ela sempre foi fiel a Deus mesmo diante das incertezas

Foto: Reprodução

04 de junho foi um dia tão triste para a música cristã brasileira, por causa do falecimento da cantora Fabiana Anastácio em decorrência de complicações da Covid-19. Trazemos o testemunho impactante da artista. Em uma ministração em 2013, a cantora deu seu testemunho na Igreja União de Mocidades da Assembleia de Deus de Brasília, sobre o dia que recebeu o convite de Satanás.

Segundo Fabiana, um dia ela foi convidada por um pastor para cantar em uma igreja, quando ela tinha cerca de 19 anos. Ela lembra que o líder religioso lhe havia prometido a passagem de volta para casa, mas que ao final do culto, ela não conseguiu encontrá-lo. Com isso, a mesma pensou em pedir uma carona, porém desistiu, pois não queria “envergonhar a Deus” em razão de ela estar carregando uma bíblia. Ela então chegou em casa, pós quase 10 quilômetros de estrada e então questionou a Deus por que era tudo difícil para ela, foi quando Fabiana teve uma visão dentro do seu quarto: um homem bem vestido de terno, com uma pasta e uma caneta de ouro nas mãos, entrou no quarto e se sentou em um sofá que ali estava.

Leia Mais:

+Fabiana Anastácio lançou música sobre presença de Deus seis dias antes de morrer

+Gravadora lamenta morte de Fabiana Anastácio: “Combateu um bom combate”

+Priscilla Alcantara sobre racismo: “A injustiça promove a ira de Deus”

– Ele disse pra mim que queria propor um negócio. Ele disse: ‘Você recebeu o dom de cantar e eu gosto demais quando você canta. Eu gostaria que você cantasse pra mim. E comigo você não vai passar por essas coisas que você está passando não. Eu vi você vindo a pé, vi você chorando e jamais vou deixar você passar por isso’ – Lembrou a cantora.

Ela continua dizendo que aquele homem se levantou e passou as mãos na parede e pôde ver um mar de gente gritando “Fabiana”. Além disso, ela conta que o homem insistiu que Fabiana cantasse apenas para ele e lhe entregou um papel para ela assinar. Segundo a cantora, nesse momento o homem disse que a partir dali, ela e sua família nunca mais teriam problemas com dinheiro e que não iriam usar roupas doadas por outros. Ele também começou a falar da suposta “falta da presença de Deus” sobre a vida dela. Fabiana então conta que se levantou e dirigiu uma palavra ao homem.

– Eu disse a ele: ‘Sente a paz dessa casa. Minha família não tem dinheiro, mas nós temos comunhão. O Senhor Deus desce nessa casa. O sofá está furado, mas Deus senta no nosso sofá. Eu tenho uma mãe tão simples que não terminou a quarta série, mas é uma pessoa que Deus fala no ouvido dela e que revela a o oculto e o escondido. Sobre o meu pai, pensa em um homem que coloca a mão no doente e ele é curado’ – Disse a cantora ao homem.

Fabiana lembra que não aceitou o convite do homem e decidiu continuar do jeito que estava. Após essa fala, segundo a cantora, o homem virou um bicho que soltava fogo e veio em direção a ela gritando que “Se não é por mim, é contra mim. Vamos ver quem aguenta”. Fabiana logo respondeu ao bicho que “Com Deus ele não aguentaria”.

Ela conta que após sua fala, o bicho saiu do quarto como uma explosão. Dois dias após aquele acontecimento, ela teve uma conversa com Deus afirmando que andaria a pé aonde for para levar a palavra d’Ele. Ela conta que sentiu entrando uma “presença gloriosa” entrando no quarto e dizer a ela que lhe daria a Fabiana, tudo que Ele quisesse dar. A artista então testemunhou que após isso, ela teve um marido fiel, três filhos, casa e muitas coisas vindo de Deus.

– Deus disse: ‘Vale a pena. Aguenta firme. Vem chorando, não tem problema. Ninguém até hoje morreu chorando. O choro dura uma noite, mas a alegria vem ao amanhecer. Eu travo guerras ferrenhas que só eu sei.’. O Elvis Presley cedeu, Beyoncé cedeu, Michael Jackson cedeu e muitos tem cedidos, mas ‘Tu És o Deus que me sonda. Tu És o Deus que me vê. Não tenho todas as respostas. Mas de uma coisa sei: Por toda a minha vida Te adorarei. Adorar é o que sei, adorar é o que sou. Nada pode calar um adorador. Não existem prisões, eu que contenham a voz. De quem Te adora, oh Senhor’ – Finalizou Fabiana Anastácio testemunhando sua história de vida.

Falecimento

Fabiana Anastácio morreu na madrugada de quinta-feira (04/06), aos 45 anos de idade. Ela estava lutando contra a Covid-19, o novo coronavírus.

Fabiana tinha sido transferida para um hospital de referência em São Paulo e estava na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Enquanto isso, a família de Fabiana estava realizando uma campanha de arrecadação financeira na internet por conta das despesas do tratamento. A “vakinha” havia arrecadado mais de 28 mil reais.

O marido da cantora Fabiana Anastácio, pastor Ruben Souza Nascimento, concedeu uma entrevista ao G1 sobre a perda da esposa. O pastor disse que Fabiana deixou o sorriso contagiante que carregava e afirma que a cantora “cumpriu sua missão de levar fé e alegria para pessoas de todo o Brasil”.

– Ela era muito bonita, muito alegre. Todo ambiente em que ela estava, era contaminado por alegria e simpatia. Ela cantava e palestrava em igrejas no Brasil inteiro e quem a conheceu sabia que era uma pessoa extraordinária – Disse Pastor Ruben em entrevista ao G1.

Ruben afirma que a missão dele e da família agora é caminhar e, apesar da dor do luto, encontrar forças na fé para superar a perda. O pastor disse que a esposa cumpriu em vida uma importante missão.

– Eu estou confiando. Na verdade a gente vê a morte, a partida, como um ato soberano de Deus, então eu não tenho a frustração. A gente aceita porque confia em Deus. O luto é doloroso, mas é um ato de Deus e ele vai nos dar força para vencer. Ela viveu intensamente. O que temos de fazer é aproveitar o momento para fazer o melhor e ela aproveitou cada momento, focada em ajudar as pessoas, levar alegria, sempre com uma palavra de fé. Eu entendo que ela cumpriu a missão dela – Disse ele.

Assista o testemunho completo:

 


Receba nosso conteúdo EXCLUSIVO no Whatsapp! Clique Aqui!


 

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.