Conecte-se conosco

Política

Pastor da Igreja Universal assume prefeitura de Goiânia, após morte de Maguito Vilela

Publicado

em

O pastor da Universal, Rogério Cruz, de 54 anos, assumiu a cadeira de prefeito de Goiânia, após a morte de Maguito Vilela (MDB) – Foto: Reprodução/goiania.go.gov.br

Rogério Cruz (Republicanos), de 54 anos, assumiu definitivamente a cadeira de prefeito em Goiânia após a morte do candidato eleito, Maguito Vilela (MDB), que estava internado em São Paulo desde outubro para tratar da covid-19. Rogério nasceu na cidade de Duque de Caxias, é radialista, ex-vereador e pastor licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

Rogério Cruz já vinha comandando interinamente a prefeitura de Goiânia desde 1º de janeiro. Dos 26 prefeitos de capitais, ele é o único que se autodeclarou como preto ao registrar sua candidatura. Rogério já foi vereador por dois mandatos e teve uma breve passagem como secretário municipal. Antes de entrar na política, atuou como pastor da Igreja Universal do Reino de Deus.

De acordo com sua biografia no site da Câmara de Vereador de Goiânia, Rogério é “radialista, administrador e pastor evangélico”. Dirigiu rádios do grupo Record em vários estados brasileiros. Além disso, chefiou uma divisão do Grupo Record responsável por exportar conteúdo da emissora para países africanos onde a Igreja Universal tem influência, como Moçambique e Angola.

Publicidade

Depois de 16 anos na África, voltou ao Brasil em 2009. Cruz mudou-se para a capital goiana para trabalhar pela Record TV e, em 2010, foi eleito pela primeira vez para a Câmara dos Vereadores, com 7.774 votos. Quatro anos mais tarde, foi o quarto vereador mais votado na cidade e se reelegeu com 8.312 votos.

Segundo a Revista Veja, questionado sobre a influência que a Igreja Universal poderia ter na gestão, ele afirmou que estava licenciado do ofício de pastor há mais de 20 anos e que não iria misturar questões da igreja com a política.

MORTE DE MAGUITO VILELA

O prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), morreu aos 71 anos, nesta quarta-feira (13/01).

Publicidade

Maguito estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo/SP, lutando contra uma infecção pulmonar, em decorrência da Covid-19, da qual já havia se recuperado.

Ele estava licenciado desde a posse, no dia 1º de janeiro. O Hospital Albert Einstein confirmou a morte do político. Segundo a unidade de saúde, Maguito faleceu às 4h10 desta quarta-feira.

 

 


Leia também:

Receba as notícias do Gospel Minas diretamente no seu aplicativo de mensagens favorito:   WhatsApp   Telegram.

Siga o Gospel Minas no Google News!

Publicidade

Ajude-nos a continuar a ser a voz da verdade na mídia, apoiando o Gospel Minas. Doe AQUI!


 

Destaques do Mês