Silas Malafaia emite novo alerta: “STF está dando o golpe no Brasil”

O pastor da ADVEC fez duras críticas aos integrantes do Supremo Tribunal Federal

Foto: ADVEC

O pastor Silas Malafaia publicou um vídeo onde fez um alerta de que o Supremo Tribunal Federal (STF) está dando um gospel no Brasil. Silas desde o início da pandemia tem alertado os cristãos acerca das movimentações políticas no país, desta vez, ele afirma que a corte ultrapassou o limites do judiciário ao se juntar à mídia para impedir o governo de Jair Bolsonaro.

– O STF rasgou a Constituição quando instaurou o inquérito dos Fake News. O sistema acusatório brasileiro é prerrogativa do Ministério Público, esse inquérito é ilegal porque ele foi aberto sem que o Ministério Público participe. A maior aberração jurídica de todos os tempos: os ministros são vítimas, são promotores, fazem as diligências e ao mesmo tempo julgam. Abuso de competências, mais uma vez a Constituição é rasgada – Disse o pastor da ADVEC.

 

Leia Mais:

+Casal dá à luz a gêmeas, após 18 anos de tentativas: “O tempo de Deus é perfeito”

+Pastor afirma que Fabiana Anastácio não foi para céu e critica cantoras atuais

+Jovem viraliza cantando gospel na barbearia em que trabalha

 

O pastor Silas Malafaia continua dizendo que a Fale News não é tipificado no sistema jurídico e os ministros estariam promovendo um instrumento de perseguição política contro o governo atual.

– Se o STF manter a continuidade desse inquérito, está dado definitivamente o golpe no Brasil – Disse.

Silas cita Daniel 2:22 para dizer que os integrantes do STF podem escapar do julgamento do povo, mas que de Deus não escaparão. Segundo ele, Deus pode trazer a tona, tudo que os ministros possam estar “tramando” contra o povo brasileiro e o governo. Ele ainda citou o art. 142 da Constituição para dizer que as forças armadas podem ser acionadas pelo presidente Bolsonaro, caso o poder judiciário venha a causar ‘desordem no país’.

Assista:

COMENTÁRIOS

Os comentários não representam a opinião do Gospel Minas; a responsabilidade é do autor da mensagem.